Documentário “O Dilema das Redes” mostra que a democracia está em risco  

Giselle Beiguelman comenta o alerta de ex-executivos do Google, Facebook e de Shoshana Zuboff, Professora Emérita da Universidade Harvard

 21/09/2020 - Publicado há 2 anos
Por

 

 

O Dilema das Redes, dirigido por Jeff Orlowski, que estreou recentemente na Netflix, é o filme que Giselle Beiguelman comenta em sua coluna Ouvir Imagens, na Rádio USP (clique e ouça o player acima). “O documentário é sobre o lado B das redes sociais, isto é, a manipulação algorítmica de nossas afetividades e visões políticas.”

O filme reúne ex-funcionários do primeiro escalão de gigantes da tecnologia. “São ex-executivos de companhias como o Google e o Facebook e especialistas como a sensacional Shoshana Zuboff, Professora Emérita da Universidade Harvard e autora do conceito de capitalismo de vigilância”, explica Giselle Beiguelman. “O filme costura a narrativa mostrando o cotidiano de uma família ficcional, com filhos adolescentes, e é a partir dela que os temas abordados pelos especialistas ganham clareza, especialmente para o público mais leigo.”

A professora lembra, no entanto, que o filme não traz novidades para o público mais especializado, com um olhar mais complexo para a tecnologia das redes sociais. “Mas é muito interessante ouvir os engenheiros e designers responsáveis pelo desenvolvimento dos recursos de captura do público contarem como é o processo de sua concepção.”

O Dilema das Redes mostra que o uso das redes sociais pode ter sérios impactos políticos. “Um dos pontos altos é o debate que o filme suscita acerca da responsabilidade das redes sociais sobre o conteúdo que circula nesses espaços”, pontua. “Já que não me parece ser possível reverter esse processo da presença das redes sociais nas nossas vidas, é preciso que se criem instrumentos para responsabilizá-las. Caso contrário, a democracia pode ser colocada em risco pela manipulação das redes.”


Ouvir Imagens 
A coluna Ouvir Imagens, com a professora Gisele Beiguelman, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio  USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e  TV USP.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.