Crítica cultural

Compra-se e vende-se olhar

Livro “A Superindústria do Imaginário: Como o Capital Transformou o Olhar em Trabalho e se Apropriou de Tudo Que É Visível”, de Eugênio Bucci, traça um painel da sociedade atual e faz o leitor “ver além”

O mensageiro na encruzilhada

Sete jornalistas discutem o futuro do jornalismo e seus desafios nos tempos atuais no livro “Tempestade Perfeita”

Aurélio, caçador de borboletas

Ou, na verdade, de palavras-borboletas, como lembra Cezar Motta no recém-lançado livro que conta a história do dicionário famoso e de seu autor

Compra-se e vende-se olhar

Livro “A Superindústria do Imaginário: Como o Capital Transformou o Olhar em Trabalho e se Apropriou de Tudo Que É Visível”, de Eugênio Bucci, traça um painel da sociedade atual e faz o leitor “ver além”

O mensageiro na encruzilhada

Sete jornalistas discutem o futuro do jornalismo e seus desafios nos tempos atuais no livro “Tempestade Perfeita”

Aurélio, caçador de borboletas

Ou, na verdade, de palavras-borboletas, como lembra Cezar Motta no recém-lançado livro que conta a história do dicionário famoso e de seu autor