Estrabismo precisa de atenção e diagnóstico precoce

Eduardo Rocha comenta as formas de tratamento, entre elas o alinhamento cirúrgico ou estimular a visão do olho estrábico com óculos

Nesta edição da coluna Fique de Olho, o professor Eduardo Rocha fala sobre o estrabismo, distúrbio que afeta o movimento paralelo entre os dois olhos. 

Rocha cita a canção Tanto Amar, de Chico Buarque, onde o estrabismo é retratado de forma poética, contrária à conotação negativa que já recebeu em personagens vilões da ficção.

Além disso, o professor explica que os olhos estrábicos devem ser motivo de atenção e detectado precocemente. “É muito melhor corrigir ou evitar que um problema sensorial, uma fraqueza na visão, acabe fortalecendo essa tendência do olho se desviar”, alerta.

Com a aparência física sendo prejudicada, tratamentos como o alinhamento cirúrgico ou o estímulo com óculos, entre outros recursos para o olho estrábico articular melhorar, são formas de tratamento.

Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.


Fique de Olho
A coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha, vai ao ar toda quarta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.