Brasil precisa avançar na desburocratização para ampliar comércio com os EUA

Rubens Barbosa afirma que é preciso cautela nas negociações de livre comércio

Na edição de hoje o professor Rubens Barbosa comenta sobre o acordo de livre comércio entre o Brasil e os Estados Unidos. Para ele é preciso cautela para analisar as declarações oficiais com as reais. Nem sempre o que se diz é o que se fará.

O professor acredita que a possibilidade de livre comércio com os Estados Unidos é muito positiva para o Brasil, mas é uma possibilidade de médio a longo prazo. “Estamos falando da maior economia mundial, ou seja a maior potência global. Na realidade os EUA estão com uma política de comércio exterior muito restritiva. Saíram do acordo com a Ásia, a parceria transpacífica, e como não concluíram ainda a negociação com a União Europeia renegociaram o Nafta com um viés protecionista.”

Barbosa sugere cautela quando se fala na negociação de livre comércio. “Temos que avançar na agenda de simplificação e desburocratização para melhorar a relação comercial com os EUA”, ressalta.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Diplomacia e Interesse Nacional.


Diplomacia e Interesse Nacional
A coluna Diplomacia e Interesse Nacional, com o professor Rubens Barbosa, vai ao ar toda terça-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.