Futuro sustentável significa evitar conflito nuclear

Para José Eli da Veiga, um acidente com armas nucleares, mesmo que não seja global, teria consequências graves sobre a biosfera

Para o professor José Eli da Veiga, pensar num futuro sustentável significa, antes de qualquer coisa, evitar um acidente nuclear. “Essa possibilidade tornaria o ‘futuro sustentável’ um mero sonho de uma noite de verão”, alerta o colunista. E isso, segundo o professor, independe do grau desse acidente ou do tipo de arma que estivesse envolvida. Aliás, esta é a ênfase do livro Origens – Uma História de Tudo, do historiador David Christian. Eli da Veiga recomenda a leitura da resenha da obra, de sua autoria, recentemente publicada no jornal Valor Econômico.

Eli da Veiga considera a questão atual porque nesta semana EUA e Rússia começaram a negociar, na Áustria, uma revisão dos tratados de limitação de armas nucleares. O professor lembra, no entanto, que a política do governo Trump tem sido a de suspender tratados que já tinham sido assinados em outras épocas com a Rússia. Além disso, numa das primeiras reuniões foi montada uma mesa de negociações em que foram colocadas bandeiras da China em lugares que eles gostariam que os chineses estivessem. “A foto é impressionante e os chineses não gostaram da brincadeira de mau gosto. Imaginar que se possa brincar com uma situação dessa é extremamente preocupante”, observa Eli da Veiga.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.