A volta da aliança transatlântica e o risco da guerra digital

Em sua coluna, Alberto do Amaral equipara um ataque digital de grandes proporções a um ato militar, com o uso de mísseis, aviões, navios e tropas militares

Por

Na última semana, o presidente norte-americano, Joe Biden, esteve na Europa para manter contato com seus aliados europeus para a reconstrução da aliança transatlântica entre Europa e Estados Unidos. A aliança foi um pilar da segurança internacional do Ocidente e foi formalizada na Otan, que é de 1949, reunindo EUA, Canadá e os países europeus.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) é o órgão de defesa militar criado pelas potências ocidentais na Guerra Fria, em contraposição ao bloco socialista, que criou o Pacto de Varsóvia, já extinto, após a queda do muro de Berlim e o fim da Cortina de Ferro, em 1989. Com o fim do Pacto de Varsóvia, muitas nações do Leste ingressaram na Aliança Atlântica, como a organização também é chamada.

Vários fatos importantes ocorreram nessa viagem de Joe Biden. Alberto do Amaral Jr. destaca “o pedido da Ucrânia para ingressar na Organização do  Tratado do Atlântico Norte, já que o país se sente ameaçado pela concentração de tropas militares russas em suas fronteiras e deseja obter a proteção da Otan”. Outro ponto de destaque foi a ameaça feita pelo presidente norte-americano aos atos de hackers russos. Eles fizeram ataques a empresas de infraestrutura dos Estados Unidos, inclusive empresas petrolíferas, que causaram problemas imensos de abastecimento no país.

“A equiparação de ataque digital nessas proporções a um ato militar, com o uso da força física, com mísseis, aviões, navios e tropas militares, é algo extremamente novo”, explica. “Estamos diante de um fato que altera a natureza dos conflitos internacionais e até da própria guerra, porque compara um ato digital com um ato de força. E fica “velada” a ameaça que os Estados Unidos fazem à China, uma vez que algo semelhante poderia acontecer se hackers chineses praticassem atos contrários aos interesses americanos e tivessem o caráter de afetar a estrutura ou a infraestrutura daquele país”, conclui.


Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda terça-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.