A Phoenix Caixeral voou mais longe…

A coluna “Bibliomania” desta semana começa poética para apresentar o livro “Phoenix Caixeiral: história de uma biblioteca”

 17/09/2021 - Publicado há 1 mês
Por

“É um homem solto no espaço, cavalgando num sorriso e num sapato brilhante. E se eles não devolvem o sorriso. . . é um terremoto. E quando surgem algumas manchas no chapéu, está liquidado. Que ninguém acuse este homem. Um caixeiro-viajante precisa sonhar, rapaz. Faz parte de sua vida” (Arthur Miller).

“Eu vi esta peça protagonizada por Marco Nanini. Foi uma experiência pungente e inesquecível”, comenta a professora Marisa Midori em sua coluna Bibliomania. E analisa “e se os caixeiros viajantes constituem hoje um tipo social em extinção, substituídos pelos grandes armazéns de venda no atacado e varejo, mas também pelo e-commerce, o mesmo se pode dizer das associações desses trabalhadores, a começar pelo belo edifício que eles ostentavam no centro de Fortaleza”.

Como informa Marisa, é disso que trata o livro Phoenix Caixeiral: história de uma biblioteca, escrito por Adelaide Gonçalves, em parceria com Rafaela Lima. Segundo a professora, na obra, duas histórias se cruzam: a biblioteca dispersa dos viajantes, “esquecida no tempo e nos espaços, cujos vestígios foram deixados pelos livros”; e a do gabinete plebeu de leitura, “que recolheu e acolheu esses livros, permitindo às pesquisadoras a narrativa de sua história”. E, ainda diz, “nem preciso falar sobre a importância de uma biblioteca para a guarda da memória dos homens e das letras”.


Bibliomania
A coluna Bibliomania, com a professora Marisa Midori, vai ao ar toda sexta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.