Feira das Profissões do Interior apresenta a USP para os alunos do ensino médio

Nos dois dias de realização do evento, que segue até 31 de maio, em Ribeirão Preto, são esperados mais de 25 mil visitantes

Editorias: Institucional - URL Curta: jornal.usp.br/?p=249278
.

..

..

..

Estudantes visitam os estandes da Feira USP e as Profissões Interior, em Ribeirão Preto – Foto: Rose Talamone / USP Imagens

.

Vitória Pilot e as amigas Ingrid Caldas e Jennifer Machado vieram da cidade de Santa Cruz das Palmeiras e estavam cheias de dúvidas. Visitantes da 17ª edição da Feira USP e as Profissões Interior, as amigas ainda não decidiram que carreiras irão seguir, mas ficaram muito impressionadas com os estandes dos 67 cursos de graduação oferecidos nos seis campi da USP localizados em Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, São Carlos e Bauru.

As amigas de Santa Cruz das Palmeiras, Vitória, Ingrid e Jennifer – Foto: Rose Talamone / USP Imagens

Nos dois dias de realização do evento, que começou hoje, dia 30 de maio, e segue até amanhã, são esperados mais de 25 mil estudantes de ensino médio e de cursos pré-vestibulares. Os visitantes inscritos são, em sua maioria, oriundos do interior do Estado de São Paulo, especialmente da região metropolitana de Ribeirão Preto, que integra cerca de trinta cidades, mas também de Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Para o vice-reitor da USP, Antonio Carlos Hernandes, o evento é essencial para a interação com a sociedade. Hernandes, que participou da abertura da Feira, reiterou o compromisso de todos em mostrar o que a USP tem de melhor. “Temos feito esse trabalho em várias frentes, mas a de maior impacto é esta Feira, que tem dois momentos, um em São Paulo e outro no interior, e juntos atingem cerca de 100 mil pessoas”, destacou.

“Nosso desafio é mostrar a Universidade em uma linguagem que a sociedade entenda e que chegue aos gestores das três esferas de governabilidade, municipal, estadual e federal. Os gestores em todos os níveis precisam entender o que é uma universidade pública e seus impactos na sociedade”, afirmou.

As salas de bate-papo ficaram concorridas neste primeiro dia da feira – Foto: Rose Talamone / USP Imagens

Os estudantes Pedro Marques, Gustavo Chapine e Marina Correia, todos de Ribeirão Preto, consideraram que a feira é uma vitrine importante para mostrar o que a USP oferece. No evento, Marques, que tem 16 anos, conseguiu decidir a carreira que pretende seguir no futuro: Engenharia Mecatrônica. “O estande de orientação profissional ajuda muito nessa escolha, pois o método que eles utilizam abre o horizonte de como tomar essa decisão”, explicou.

A pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, Maria Aparecida Andrade Moreira Machado, ressaltou que “a USP não forma somente bons profissionais. Ela forma cidadãos comprometidos com o País”.

Ela mencionou a importância do programa Vem Pra USP!, parceria entre a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, a Universidade e a Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), para incentivar os estudantes da rede pública de ensino paulista a ingressar nos cursos de graduação da USP e, ao mesmo tempo, estimulá-los a melhorar o desempenho nas disciplinas que compõem o conteúdo programático dos processos seletivos de acesso ao ensino superior.

Mão dupla

Os futuros universitários ouvidos pelo Jornal da USP acreditam que a feira é um evento de mão dupla: a USP traz o que oferece em seus cursos de graduação e eles, suas dúvidas e seus anseios. Como os amigos Paulo Cesar da Mata Junior e José Leonardo Inocente, da cidade de Jaboticabal. Os dois também estão no grupo dos indecisos  e não sabem o que seguir: Engenharia Mecânica, Engenharia Mecatrônica ou Ciências da Computação.

Mata Junior participou da equipe campeã da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que foi realizada ano passado no campus da USP em São Carlos, e vê nessa oportunidade uma chance para decidir seu futuro. “Fica tudo muito claro, as informações são minuciosas. É tudo muito legal”, comemorou.

O interesse por informações sobre os cursos de graduação foi grande – Foto: Rose Talamone / USP Imagens

Para a professora da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP) e responsável pela organização da feira, Camila Tirapelli, a formação de excelência oferecida pela USP chama a atenção dos estudantes e é resultado da expressividade de suas atividades de pesquisa e de extensão e o reconhecimento internacional do trabalho. “O melhor é ver que os espectadores se interessam por tudo e a USP tem muita coisa para mostrar. Dá para ver o encantamento desses jovens, com o que encontram em todas as áreas do conhecimento”, considerou.

Além do interesse por informações sobre os cursos de graduação, as salas de bate-papo ficaram concorridas neste primeiro dia da feira. Nelas, os vestibulandos conhecem mais sobre os programas da Universidade, além de temas específicos dentro de uma área de conhecimento, como de exatas, por exemplo, que apresentou a palestra Dá uma chance para a estatística, com plateia lotada.

No período da manhã desta quinta-feira, mais de quatro mil visitantes passaram pelo evento – Foto: Rose Talamone / USP Imagens

A prefeita do campus da USP em Ribeirão Preto, Claudia Souza Passador, confirma que esse tipo de evento é significativo para ampliar a divulgação das atividades da USP, dando o exemplo da aluna que relatou ter conhecido a Universidade quando participou de uma edição da Feira.

A cerimônia de abertura contou com apresentações do Coral Jovem Sathya Sai do Projeto Ribeirão Verde, com jovens de 9 a 12 anos, e do Madrigal Revivis com o Coro Universitário, formado por alunos de graduação da USP. Os dois corais são coordenados pelo maestro Sérgio Alberto de Oliveira, do Serviço de Atividades Culturais da Prefeitura do Campus da USP em Ribeirão Preto.

No período da manhã desta quinta-feira, mais de quatro mil visitantes passaram pelo evento.

A Feira USP e as Profissões Interior acontece das 9h às 17h, no Centro de Eventos do Ribeirão Shopping (Av. Braz Olaia Acosta, 727, Jardim Nova Aliança, em Ribeirão Preto). A entrada é gratuita. Para mais informações, acesse o Guia do Visitante.

 

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.