Dirigentes da Universidade discutem os desafios da gestão para 2021

No encontro, os pró-reitores da Universidade – Graduação, Pós-Graduação, Pesquisa e Cultura e Extensão Universitária – fizeram apresentações sobre os projetos previstos para este ano

Por
Cerca de 150 dirigentes participaram do encontro, realizado de forma virtual – Foto: Reprodução

 

Discutir os desafios da gestão foi o objetivo da Reunião de Dirigentes da USP, promovida pela Reitoria e realizada de forma virtual, no dia 25 de maio. Este foi o segundo encontro realizado este ano. Em fevereiro, diretores e vice-diretores das Unidades de Ensino e Pesquisa, institutos e museus debateram os novos projetos a serem desenvolvidos ao longo de 2021.

O reitor Vahan Agopyan deu início ao encontro informando aos participantes sobre o andamento da implantação do Fundo Patrimonial da USP, lançado em novembro do ano passado. De acordo com o reitor, o endowment deverá contar com um Conselho de Administração, que está sendo formado. O Conselho Universitário deverá indicar um membro para fazer parte desse colegiado na próxima sessão prevista para o final do mês de junho.

Agopyan também falou sobre as ações desenvolvidas pela Universidade voltadas a estudantes com necessidades socioeconômicas e anunciou o reajuste de 25% para as bolsas e auxílios destinados a esse público. ­

Em seguida, os pró-reitores da Universidade – Graduação, Pós-Graduação, Pesquisa e Cultura e Extensão Universitária – fizeram apresentações sobre os desafios de suas áreas para este ano.

A pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, abordou o projeto USP Responsabilidade Social, que deverá congregar, em uma única plataforma virtual, as iniciativas da PRCEU nessa área, como os programas USP Aproxima-Ação e o USP 60+, além das atividades realizadas por Unidades de Ensino e Pesquisa. A proposta, segundo a pró-reitora, é dar mais visibilidade a essas ações dentro e fora da Universidade.

A pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, abordou o projeto USP Responsabilidade Social – Foto: Reprodução

 

Novas fontes de recursos e parcerias, projetos integradores multiunidades, infraestrutura de pesquisa, novas oportunidades e mais diversidade foram os temas abordados pelo pró-reitor de Pesquisa, Sylvio Roberto Accioly Canuto, e que deverão guiar os projetos de sua área para 2021. Canuto comemorou o resultado do edital do Programa de Atração e Retenção de Talentos (Part), divulgado no último dia 17 de maio, que tem como objetivo oferecer ao pós-doutorando a oportunidade de desenvolver suas competências e habilidades no ensino da graduação. Inicialmente, o edital previa 80 vagas, mas, devido à qualidade dos candidatos, esse número foi aumentado para 100.

O pró-reitor de Pós-Graduação, Carlos Gilberto Carlotti Junior, destacou que as ações da PRPG estão pautadas em três vertentes: planejamento, ações do planejamento acentuadas pela covid-19 e ações adotadas em função da pandemia da covid-19. Neste último item, Carlotti citou o  Programa Especial PAE – Mães Pesquisadoras, que ofereceu 100 bolsas no valor de R$ 685,90, por cinco meses. Além de aperfeiçoar a formação didático-pedagógica das alunas, o objetivo do edital é permitir que mães pesquisadoras que foram prejudicadas pela pandemia possam continuar desenvolvendo suas atividades de pesquisa com qualidade.

O pró-reitor de Pós-Graduação, Carlos Gilberto Carlotti Junior, destacou que as ações da PRPG estão pautadas em três vertentes: planejamento, ações do planejamento acentuadas pela covid-19 e ações adotadas em função da pandemia da covid-19 – Foto: Reprodução

 

Uma das principais ações da Pró-Reitoria de Graduação para este ano, segundo o pró-reitor Edmund Chada Baracat, é a criação do Complexo Integrado de Formação de Professores da USP, que tem como propósito construir uma política institucional diferenciada de formação inicial e continuada de professores da educação básica e do ensino superior, bem como fomentar a reflexão sobre a inovação e reestruturação curricular dos cursos de graduação.

Fazem parte desse projeto a implementação do Escritório de Apoio Pedagógico da USP, a realização de encontros periódicos entre os professores e a criação do Centro de Libras da USP.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.