O submarino autônomo é mais seguro e não põe a vida humana em risco

“No futuro esses equipamentos podem fazer mineração na superfície do fundo dos oceanos”, aponta o colunista

O professor Luli Radfahrer comenta nesta edição sobre submarinos autônomos. Esses tipos de submarino são muito mais seguros, não têm problema de oxigênio, pressão e podem fazer muitas coisas sem risco para uma vida humana. Para Radfahrer, colocar pequenas máquinas andando no solo do oceano pode nos ajudar a entender as dinâmicas do planeta, as correntes marinhas, a temperatura, a vida animal aquática etc.

A mineração também é um dos exemplos. Os submarinos pode fazer mineração, procurando ferro, cobre, titânio, entre outros minerais. “Há todo um mundo de recursos naturais no fundo do oceano que ainda não entendemos quase nada”, observa Radfahrer.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Datacracia.


Datacracia
A coluna Datacracia, com o professor Luli Radfahrer, vai ao ar toda sexta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.