Brasil mostra descaso em questões ambientais

Esgotamento de recursos e falta de políticas públicas para contenção indicam perda de interesse do governo

Vivemos em uma época em que os recursos naturais estão cada vez mais escassos. Apesar de parecer ilimitado, o uso indevido do petróleo, carvão e água, por exemplo, coloca o ser humano em risco de não poder contar com tais recursos no futuro. Wagner Costa Ribeiro, professor do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, comenta sobre o cenário atual e reforça a peculiaridade da água, que muitas vezes não está disponível junto ao consumidor apesar de sua grande quantidade.

O pesquisador explica que o Brasil não está pensando em políticas públicas para conter o problema. O governo mostra um descaso com a questão, já que está havendo um desmonte de toda a legislação e fiscalização ambiental. O Brasil tem mais de 46 mil m³ por habitante/ano de água distribuídos de forma inadequada.

O professor fala que, para reverter o cenário, deve-se rediscutir o uso de recursos naturais do Brasil e ampliar fundamentalmente a participação da sociedade no caso. O País já teve diversos conselhos para discutir a questão ambiental, porém, esses estão se esvaziando na atual gestão, o que mostra falta de interesse do governo em ouvir sobre o tema, mostrando um caráter autoritário.

Ouça na íntegra no áudio acima.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.