Em 2030, Brasil terá a quinta população mais idosa do mundo

O maior problema é a ausência de sensibilidade administrativa para conduzir os serviços sociais

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
  • 924
  •  
  •  
  •  
  •  

Arte sobre foto de Pixabay – CC  .

..

.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) o número de pessoas com idade superior a 60 anos chegará a 2 bilhões de pessoas até 2050;  isso representará um quinto da população mundial.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasil, em 2016, tinha a quinta maior  população idosa do mundo, e, em 2030, o número de idosos ultrapassará o total de crianças entre zero e 14 anos.

Diante desses números, o governo precisa pensar em políticas públicas que atendam de forma adequada e eficaz essa parcela numerosa da população.  Os pesquisadores ouvidos pela reportagem falam que a Previdência Social precisa projetar os próximos anos e planejar sua estrutura financeira para atender essa demanda. Mas o maior problema é a ausência de sensibilidade administrativa para conduzir os serviços sociais.

Outro ponto a ser observado é a escolha da atividade física, que deve ser criteriosa, porque o organismo dos jovens responde de forma diferente do das pessoas mais velhas. Ouça as reportagens nos links abaixo.
.
.

==============

Foto: Luis Gomes / EEFERP

Em Ribeirão Preto, USP oferece exercício físico para idosos sedentários

06/06/2018

O Programa de Exercício Físico para Idosos da USP em Ribeirão Preto recebe, até dia 10 de julho, inscrições de idosos sedentários. A prioridade é atender quem tiver 60 anos ou mais, mas pessoas a partir de 50 anos também podem se inscrever.

Os interessados devem apresentar atestado médico de aptidão para a prática. Os exercícios físicos vão desde alongamentos até musculação. Os participantes realizarão exames de sangue para avaliar os benefícios das práticas para a saúde. Leia mais.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
.

Banho de sauna é aliado na prevenção do AVC, sugere pesquisa

05/06/2018

Nesta semana, o professor Octávio Pontes Neto fala de pesquisa na Finlândia sobre o hábito milenar do banho de sauna como uma estratégia de diversão ou relaxamento, utilizada na prevenção do AVC ou doenças cardiovasculares. Resultados do estudo publicado no final do mês passado na Revista Neurology sugerem que esses banhos trazem benefícios no controle mais adequado da pressão arterial e até na redução de mortalidade por doenças cardiovasculares.

O estudo mostrou que os pacientes que apresentaram frequência de quatro a sete vezes por semana na sauna tiveram quase 60% de redução de incidência de AVC em relação àqueles que iam somente uma vez por semana.  E, ainda, esses resultados foram sustentados e mantidos, mesmo depois de ajustes de outras variáveis, como idade, gênero, status socioeconômico e atividades físicas, por exemplo. “Os pesquisadores ainda destacaram que as associações foram mais importantes para AVC isquêmico e bastante modestas para redução de AVC hemorrágico”, enfatiza o professor.   

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
.

Atividade física é um dos fatores que mais influenciam na qualidade de vida

28/05/2018

Existem vários fatores que influenciam na qualidade de vida. A atividade física é um deles. Praticados de forma regular, os exercícios físicos  impactam positivamente os aspectos físicos, emocionais e sociais do indivíduo. Este é o tema de hoje da coluna do professor José Carlos Farah, Corpo e Movimento.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
.

Na Ciência, idades mais avançadas não são inimigas da criatividade

24/05/2018

Na nova edição de Ciência e Cientistas, o físico Paulo Nussenzveig, professor e coordenador do Programa de Pós-Graduação do Instituto de Física (IF) da USP, questiona um dos mitos que permeiam os bastidores da academia e das atuais grandes empresas de tecnologia: seria a criatividade uma característica exclusiva dos jovens?

Ao relembrar a declaração do fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, que, no auge de seus 22 anos, em 2007, disse que pessoas jovens são simplesmente “mais espertas”, Nussenzveig destaca que estudos sobre correlações entre resultados de destaque em pesquisa e inovação e
a idade dos pesquisadores “não dão razão a Mark Zuckerberg”. Citando artigo do The New York Times, o professor apresenta dados compilados de patentes depositadas nos EUA, entre 2011 e 2014, que indicam que 53% dos indivíduos inovadores têm idades entre 47 e 60 anos.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
.

Não saber a hora em que ocorreu AVC prejudica tratamento

22/05/2018

Nesta semana, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre novidades no tratamento inicial de quem sofre um AVC isquêmico, que acontece devido ao entupimento de uma veia que leva sangue ao cérebro, e que hoje é a segunda principal causa de morte no Brasil e no mundo.

Pontes Neto alerta que, em 25% dos casos que chegam aos hospitais, não se sabe a que horas ocorreu, ou porque acordaram com os sintomas, ou porque há dificuldades de se comunicar. Esses fatos podem comprometer o início do tratamento, uma vez que para isso são utilizados trombolíticos, remédios que dissolvem o coágulo, mas que devem ser administrados nas primeiras quatro horas e meia do início dos sintomas.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
.

Idoso deve estar atento à escolha da atividade física a ser praticada

21/05/2018

A escolha da atividade física para idosos deve ser criteriosa, porque o organismo dos jovens responde de forma diferente do das pessoas mais velhas. Os exercícios recomendados são aqueles de baixo impacto e de intensidade controlada. Ouçamos o professor José Carlos Farah falando sobre o assunto.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
.

Hábitos são importantes para a qualidade de vida na velhice

18/05/2018

Países de todo o mundo estão vivendo o crescimento do envelhecimento populacional. Nas próximas décadas, a população mundial com mais de 60 anos vai passar de 841 milhões em 2014 para 2 bilhões até 2050, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasil tinha, até 2016, a quinta maior população idosa do mundo. Leia mais.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
.

Envelhecimento da população não prejudica a Previdência Social

17/05/2018

No Brasil, a Previdência Social é um direito previsto pela Constituição Federal de 1988 e uma garantia para o trabalhador em situações como doença, morte, invalidez e idade avançada.

Assunto do momento em função das reformas propostas pelo governo e por parlamentares, a Previdência Social visa  a dar ao idoso uma segurança após a aposentadoria. Leia mais.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Projeto de vida contribui para qualidade no envelhecimento

16/05/2018

Todos buscam qualidade de vida para viver mais e melhor na terceira idade. Atividade física, alimentação saudável e convívio social são algumas ações que beneficiam o envelhecimento.

Para o professor Carlos Roberto Bueno Júnior, da Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) da USP, as atividades físicas trazem benefícios para a circulação sanguínea, além de melhorar a auto-estima e as relações sociais. Leia mais.>>>>>>>>>>>>>>>>

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Política Nacional do Idoso é um marco para essa faixa etária

15/05/2018

O envelhecimento populacional é um fenômeno global. O Ministério da Saúde diz que o Brasil tinha a quinta maior população idosa do mundo em 2016. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), chegou a 29,6 milhões o número de pessoas acima dos 60 anos de idade.

Para a professora Rosalina Aparecida Partezani Rodrigues, da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP… Leia mais.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Inclusão do trabalhador idoso traz benefício da troca de experiência

14/05/2018

A qualidade de vida na terceira idade contribui para que a população pare de trabalhar mais tarde. Assim, entre 2010 e 2015, cresceu quase 30% o número de pessoas com idade de 50 a 64 anos no mercado formal. Os dados são da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) divulgado no portal do Ministério do Trabalho. Leia mais.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Estudo sobre microbiota pode esclarecer seu impacto no envelhecimento

09/05/2018

Na nova edição de Decodificando o DNA, a geneticista Mayana Zatz, professora do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências (IB) da USP, dá detalhes sobre um estudo realizado no Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco envolvendo a transferência de microbiota de camundongos. Leia mais..

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Cresce demanda por profissionais da área de gerontologia

07/05/2018

Com o envelhecimento da população brasileira, a demanda por profissionais da área de gerontologia aumentou. Entretanto, ainda existem poucos profissionais especializados para atender o público idoso.

No Brasil, os idosos, que correspondem a cerca de 20 milhões da população, quando necessitam de cuidados médicos, acabam sofrendo com a escassez de profissionais. Leia mais..

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Serviço de Geriatria do HC atende 3.500 pacientes

20/04/2018

O Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina (FM) da USP foi criado em 1982 e atua no aspecto assistencial e educacional para promover o envelhecimento saudável da população, tanto na atenção básica à saúde do idoso quanto na de grande complexidade aos pacientes em estado crítico. São realizados também atendimentos ambulatoriais em 11 clínicas especializadas. Leia mais.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Maioria dos idosos com osteoporose não sabe que tem a doença

19/04/2018

Uma pesquisa realizada no Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP revelou que três em cada quatro idosos com fratura ignoram ter osteoporose. No HC, 330 pacientes internados com fratura de fêmur causada por fragilidade óssea foram ouvidos. Desses, só 24% disseram saber ter a doença e apenas 8% afirmaram estar em tratamento. Leia mais.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Relação entre genética e meio ambiente revela segredos do envelhecimento

18/04/2018

Na nova edição de Decodificando o DNA, a geneticista Mayana Zatz, professora do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências (IB) da USP, discute o quanto o envelhecimento humano está ligado à genética e o quanto ele depende do meio ambiente.

Para Mayana, “o envelhecimento é um assunto que nos interessa muito… Leia mais.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Fórum discute participação “grisalha” no mercado de trabalho

09/04/2018

O Fórum de Talentos Grisalhos acontece amanhã (10). O projeto vai discutir como as pessoas acima dos 60 anos continuarão trabalhando, num período em que a expectativa de vida só aumenta e, para além disso, existe o desejo de se manter útil na sociedade. Em entrevista à Rádio USP, Edgar Werblovsky, coordenador do evento e engenheiro pela Escola Politécnica da USP, e a professora Denise Delboni, palestrante no evento, doutora pela Faculdade Getúlio Vargas e mestre pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, falaram sobre o fórum. Leia mais.

.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Exercício retarda envelhecimento do sistema musculoesquelético

26/03/2018

Fazer atividade física regular minimiza a perda de massa óssea e muscular e a incapacidade funcional  durante o processo do envelhecimento. As pessoas ativas e que se exercitam diariamente mantêm a autonomia e a qualidade de vida por muito mais tempo. Leia mais.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Comum na velhice, degeneração da mácula pode atingir todas as idades

21/03/2018

Na coluna Fique de Olho desta semana, o professor Eduardo Rocha fala sobre degeneração da mácula. A mácula, conta, concentra as melhores condições para enxergar, recebe informações da leitura e possui maior quantidade de células capazes de distinguir cores.

Segundo Rocha, a degeneração da mácula é um dos problemas mais frequentes em relação à perda visual no mundo. Leia mais.

.

 

  • 924
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados