Do jeito que está, proposta de reforma da Previdência não pode seguir em frente

A opinião é do professor Marcus Orione, da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Temer completa um ano de governo e continua com o desafio de melhorar o País em todos os setores.

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

O desemprego é alto e a população, excluída do mercado de trabalho e desprotegida das leis trabalhistas, ainda não entendeu o que significa a reforma da Previdência proposta pelo governo.

Para piorar o quadro, oito ministros estão envolvidos em inquéritos.

A repórter Miriam Ramos convidou o professor Marcus Orione, da Faculdade de Direito da USP,  para falar sobre o balanço de um ano de Temer na área da Previdência Social.

Orione disse que ainda não há consenso sobre a proposta governamental e que o povo precisa entrar no processo democrático para ser ouvido.

 

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados