“Diversidade em Ciência” abre espaço para festas de congado e culturas populares

E traz para falar sobre o tema a pesquisadora de culturas populares tradicionais brasileiras, Andrea Costa Soares

  • 87
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta edição do Diversidade em Ciência, o professor Ricardo Alexino Ferreira entrevista a pesquisadora e artista Andrea Costa Soares, mestre em Estética e História da Arte pelo Programa de Pós-Graduação Interunidades da USP e estudiosa das culturas populares tradicionais brasileiras no âmbito de suas expressões espetaculares. Em sua dissertação de mestrado, Andrea – que também atua como bailarina, atriz e cantora -estudou as festas de congadas de Justinópolis, em Minas Gerais.

Congadas – Foto: Cecília Araujo de Oliveira / Flickr

Na conversa com Alexino Ferreira, ela fala sobre cultura popular, suas estéticas e inserção com a contemporaneidade, além de também abordar o tema das culturas e tradições negras. “O racismo brasileiro ainda cria estereótipos nas sociedades tradicionais, considerando-as algo menor, mas isso é um grande equívoco”, afirma Andrea, ganhadora de vários prêmios da Funarte e diretora artística do Núcleo Pé de Zamba.

O Diversidade em Ciência é um programa de divulgação científica, voltado para as ciências da diversidade e os direitos humanos, e vai ao ar toda segunda-feira, às 13h, com reapresentações às terças-feiras, às 2h, e aos sábados, às 14h, com direção e apresentação de Ricardo Alexino Ferreira e operação de áudio de João Carlos Megale.

O Diversidade em Ciência é gravado nos estúdios do Departamento de Comunicações e Artes/Educomunicação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

A Rádio USP-FM pode ser sintonizada em 93,7 MHz/SP ou pelo link httt://www.radio.usp.br/?page-id=5404.

 

  • 87
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados