Crédito brasileiro sofre com descompasso entre oferta e demanda

Dificuldades do País são falta de concorrência e pequenos limites nas operações bancárias

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O governo federal está preparando uma alteração na lei de sigilo bancário. A intenção é tentar reduzir o custo de crédito no País. Segundo o professor livre-docente da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP, Alberto Borges Matias, o alto custo do crédito no Brasil é fruto de uma disfunção entre a oferta e a demanda.

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Ele explica que o cadastro positivo funciona somente em países em que o Banco Central obriga a divulgação de informações, o que não é o caso do Brasil. Assim, ele afirma que o cadastro positivo não tanta influência sobre a taxa de juros, como foi divulgado. Além disso, o professor explica como o terrorismo e o tráfico de drogas após o atentado de 11 de setembro promoveram a diminuição do sigilo bancário no mundo inteiro.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados