Alunos percorrerão o País para conhecer agronegócio de perto

Grupo da USP em Piracicaba viajará cerca de 2,5 mil quilômetros para conhecer realidade agro em SP, MS e GO

Por - Editorias: Comunidade USP
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn139Print this pageEmail
Cultura de arroz – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Três Estados, seis cidades, cerca de 2,5 mil quilômetros. Esse é o resumo da primeira etapa que levará um grupo de 21 estudantes da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP a conhecer diferentes realidades do setor produtivo do agronegócio brasileiro.

Começam no próximo domingo (9) as atividades das disciplinas Gestão de Agronegócios e Bioenergia (graduação) e Tópicos Especiais em Economia Aplicada (pós-graduação), quando 14 graduandos e sete pós-graduandos sairão do campus Luiz de Queiroz, em Piracicaba (SP), com destino à cidade de Marília, no oeste paulista.

No roteiro, a partir de Marília, passarão por Pompeia (SP), Andradina (SP), Três Lagoas (MS), Chapadão do Sul (MS), Lagoa Santa (GO) e Chapadão do Céu (GO). Durante as paradas, conhecerão empresas de máquinas agrícolas, centros de ensino técnico e universitário, unidade de produção de celulose e fazendas que adotam modelos diversificados de produção agrícola.

Segundo o responsável pela disciplina, professor João Martines Filho, do Departamento de Economia, Administração e Sociologia, a empreitada em campo permite uma formação multidisciplinar ao estudante.

Colocá-lo em contato com essa diversidade produtiva permite ao futuro profissional ter uma introdução prévia da atual realidade e ao ambiente de trabalho pluridisciplinar e interdisciplinar do setor produtivo do agronegócio brasileiro

Para o coordenador do programa de pós-graduação em Economia Aplicada da Esalq, professor Humberto Spolador, outro ponto positivo é o contato com tomadores de decisões. “Integrar uma programação como essa permitirá aos estudantes participar das discussões de questões da atualidade do agronegócio e da bioenergia com os tomadores de decisão.”

Os estudantes estarão acompanhados dos professores João Martines Filho e Lucilio Alves, do Departamento de Economia, Administração e Sociologia, Luis Eduardo Aranha Camargo, do Departamento de Fitopatologia e Nematologia, e Antonio Sampaio Baptista, do Departamento de Agroindústria, Alimentos e Nutrição.

A volta para Piracicaba está marcada para a sexta-feira (14), mas nas próximas duas semanas os estudantes estarão dedicados à parcela teórica, com aulas e desenvolvimento do trabalho de conclusão. A apresentação dos estudos de caso será no dia 28 de julho, na parte da manhã, nas dependências do Pavilhão de Engenharia.

Caio Albuquerque / Divisão de Comunicação da Esalq

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn139Print this pageEmail

Textos relacionados