Instituto de Estudos Avançados tem nova diretoria

Os professores Paulo Saldiva e Guilherme Ary Plonski assumiram os cargos de diretor e vice-diretor, respectivamente, no dia 29 de junho, em cerimônia no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo

Por - Editorias: Cultura
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail
20160708_debate_abrao
A cerimônia de posse da nova diretoria do IEA, realizada no dia 29 de junho, no Instituto Tomie Ohtake – Foto: Maria Leonor de Calasans/IEA

O Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP deve ajudar a Universidade a responder aos desafios contemporâneos e ser uma das áreas com a suficiente flexibilidade para consolidar a USP como um cais onde aportam ideias e sonhos. Com essas ideias – e muitas outras estabelecidas em seus discursos –, os professores Paulo Saldiva e Ary Plonski tomaram posse como diretor e vice-diretor, respectivamente, do instituto. Prestes a completar três décadas de existência em outubro, o IEA, segundo seus novos dirigentes, deve continuar seguindo as diretrizes do instituto pioneiro criado em Princeton, nos Estados Unidos, em 1930: “Favorecer novas ideias, resultantes do convívio, do confronto e da interação entre as diversas áreas do trabalho intelectual”, como lembrou Ary Plonski em sua fala.

Essa interação, inclusive, se materializou na própria cerimônia de posse, realizada no Instituto Tomie Ohtake, em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. “Isso simboliza a reciprocamente benéfica interligação entre ciência e tecnologia e arte”, afirmou Plonski. Já Saldiva fez questão de reiterar a importância do IEA como um dos mecanismos para assegurar o livre pensamento da Universidade, “combustível vital para seu funcionamento, uma das áreas de interface entre a USP e a sociedade”.

Guilherme Ary Plonski, Linamara Rizzo Battistella, Marco Antonio Zago, Paulo Saldiva e Ignacio Maria Poveda Velasc - Foto: Maria Leonor de Calasans/IEA
Guilherme Ary Plonski, Linamara Rizzo Battistella, Marco Antonio Zago, Paulo Saldiva e Ignacio Maria Poveda Velasco – Foto: Maria Leonor de Calasans/IEA

O novo diretor apresentou também alguns dos projetos previstos para os próximos quatro anos. Segundo ele, o instituto pretende criar quatro novos núcleos de pesquisa. “Se conduzidos a bom termo, esses núcleos poderão transformar-se em centros de ensino e pesquisa externos ao próprio instituto”, acredita Saldiva. Os novos núcleos tratarão de formação de lideranças políticas, estudos sobre urbanidade e qualidade de vida, a missão transformadora da Universidade e novas metodologias de aprendizado voltadas ao ensino fundamental e médio.

Esse último, inclusive, faz uma alusão a uma experiência muito bem-sucedida de divulgação científica para crianças e adolescentes entre finais dos anos 1960 e começo da década de 1970, a Funbec – a Fundação Brasileira para o Desenvolvimento de Ciências. Criada em 1967, a Funbec, em parceria com a Editora Abril, vendia em bancas de jornal kits para ensinar de forma lúdica e aproximar os jovens da ciência – só que, desta vez, com games educacionais e aulas interativas. “Mal comparando, seria possível tentar reproduzir o que foi a Funbec do passado para um aparelho multifuncional, criando espaços virtuais para o letramento, para o desenvolvimento do raciocínio lógico e para recuperar o encantamento pela ciência”, afirmou Saldiva.

De Birmingham, na Inglaterra, o ex-diretor do IEA Martin Grossmann enviou saudação aos novos diretores do instituto, que foi lida durante a cerimônia no Instituto Tomie Ohtake. “Saldiva e Plonski, em seu projeto de gestão, manifestam e atualizam o espírito do IEA.”

Leia nos links a seguir a íntegra dos discursos de Ary Plonski, Paulo Saldiva e Martin Grossmann. No vídeo você pode assistir à íntegra da cerimônia.

.

“O IEA pode consolidar a imagem da USP como um cais onde aportam ideias e sonhos”

PAULO SALDIVA, diretor do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP

.

“O IEA ajudará a USP a responder aos desafios contemporâneos”

GUILHERME ARY PLONSKI, vice-diretor do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP

.

“Saldiva e Plonski manifestam e atualizam o espírito do IEA”

MARTIN GROSSMANN, ex-diretor do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP

.

Assista à cerimônia de posse da nova diretoria do IEA

Assista a seguir à cerimônia de posse dos professores Paulo Saldiva e Guilherme Ary Plonski nos cargos de diretor e vice-diretor, respectivamente, do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP, realizada no dia 29 de junho no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados