Veículos de comunicação devem se unir contra ataques à liberdade de imprensa

Lins da Silva comenta recente episódio envolvendo a imprensa australiana, que reagiu coletivamente a ataques dessa natureza

Veículos australianos lançaram recentemente, em suas edições impressas, cartas idênticas contendo documentos que questionam não só a liberdade de imprensa como governos que mantêm as verdades ocultas do público. Carlos Eduardo Lins da Silva vê a Austrália como uma das nações em que a liberdade de imprensa, nos últimos tempos, têm sofrido ataques constantes tanto do governo quanto de setores da sociedade civil. Por isso, considera positiva a reação dos veículos de imprensa australianos a esses ataques, assim como um exemplo a ser seguido por outras sociedades que sofrem situações parecidas, como a brasileira.

O colunista vai além ao creditar o sucesso obtido pelos inimigos da liberdade de imprensa e de expressão, nas últimas décadas, ao fato de que os veículos jornalísticos raramente atuam em conjunto na defesa de seus interesses, salvo algumas raras exceções. Por outro lado, existe uma certa obsessão com a segurança das informações consideradas segredos de Estado ou de governos. “É uma das brechas pelas quais se têm feito ataques sistemáticos contra a liberdade de expressão e contra a liberdade de imprensa”.

Lins da Silva fecha sua coluna observando ser muito importante que as entidades de classe – e os próprios veículos de comunicação – se unam para combater esses ataques.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna.


Horizontes do Jornalismo
A coluna Horizontes do Jornalismo, com o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •