Ouvidorias são símbolos de transparência e de defesa da comunidade

Nesta entrevista especial conversamos com Alice Abi-Eçab, da Faculdade de Medicina (FM) da USP, para entender a importância das ouvidorias públicas e as inúmeras funções dos ouvidores

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=322243

Ouvidorias são símbolos de transparência e de defesa da comunidade
Jornal da USP +

 
 
00:00 / 7:53
 
1X
 

As ouvidorias são um dos marcos do processo de redemocratização brasileira. Elas exercem a importante função de ser a ponte de diálogo entre os cidadãos e a administração, tanto na esfera pública quanto na privada. Na USP a Ouvidoria Geral foi criada em 2001, há 19 anos. Mas, mesmo com quase duas décadas de funcionamento ainda existem dúvidas sobre como funciona e o que faz esse tipo de órgão.

Para esclarecer um pouco mais sobre o papel das ouvidorias e entender o que é preciso para se tornar um ouvidor, conversamos com Alice Abi-Eçab, ouvidora da Faculdade de Medicina (FM) da USP.

Alice, que é formada em Serviço Social e possui mestrado na área, afirma que existem habilidades e técnicas que são imprescindíveis para a atuação de um ouvidor. Entre elas, a especialista destaca a importância de uma comunicação cidadã, ou seja, “uma linguagem cidadã, que é aquela linguagem em que qualquer pessoa de qualquer nível de instrução compreende”. 

Na opinião dela, a presença de ouvidorias tende a crescer quanto mais forte é uma democracia. “Para o bem da transparência pública, é esperado que as ouvidorias continuem a crescer, já que elas garantem que o diálogo entre o público e as instituições se estabeleça de forma clara e plural”, pontua. 

Saiba mais sobre a Ouvidoria da FM clicando aqui.

Ouça o podcast na íntegra no player acima. Siga no Spotify, no Apple Podcasts ou seu aplicativo de podcast favorito.

Ficha técnica

Reportagem e roteiro: Gabriel Guerra
Produção: Denis Pacheco
Edição: Guilherme Fiorentini

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.