USP assina acordo com Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas

A USP assinou, no dia 25 de setembro, um acordo de cooperação com o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (Crup), que tem como objetivo fomentar e reforçar as relações acadêmicas e científicas entre as Instituições.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
11953390_907619045981019_9097198689490168288_o
O reitor da USP, Marco Antonio Zago (à esq.), e o presidente do CRUP, António M. Cunha, na cerimônia de assinatura do acordo

A USP assinou, no dia 25 de setembro, um acordo de cooperação com o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), que tem como objetivo fomentar e reforçar as relações acadêmicas e científicas entre as Instituições.

O acordo prevê o intercâmbio de docentes, pesquisadores, alunos de Graduação e de Pós-Graduação e funcionários técnico-administrativos; elaboração conjunta de projetos de pesquisa; além do desenvolvimento e organização de cursos e disciplinas em parceria.

O acordo foi assinado pelo reitor da USP, Marco Antonio Zago, e pelo presidente do CRUP e reitor da Universidade do Minho, António M. Cunha. Também participaram do evento o presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional, Raul Machado Neto, e o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, entre outras autoridades.

A cerimônia de assinatura foi realizada no Paço dos Duques de Bragança, na cidade de Guimarães, em Portugal.

O CRUP é uma entidade de coordenação do ensino universitário em Portugal, que congrega 15 instituições de ensino superior, dentre universidades públicas e a Universidade Católica Portuguesa.

“Este acordo será muito importante para intensificar as relações de cooperação entre a USP e as universidades portuguesas”, destacou o reitor Marco Antonio Zago.

Para o presidente do CRUP e reitor da Universidade do Minho, António M. Cunha, a parceria “tem caráter generalista que abrange as principais atividades da universidade, o ensino, a investigação e até a questão da extensão universitária, mas, sobretudo, visa ao desenvolvimento da atividade de investigação conjunta, nomeadamente enquadrados os doutoramentos conjuntos e em cotutela, áreas-chave e foco deste acordo”.

Clique aqui e assista à matéria produzida pela TV da Universidade do Minho sobre a assinatura do acordo.

Zago foi recebido, na Universidade de Coimbra, pelo reitor João Gabriel Silva

Visitas 

Além do acordo estabelecido com o CRUP, no dia 22 de setembro, o reitor da USP esteve na Universidade de Lisboa, onde assinou um protocolo acadêmico internacional para estabelecer, no futuro, cooperação para a realização de projetos em conjunto.

Na Universidade do Porto, Zago encontrou-se com alunos da USP que estão realizando atividades acadêmicas naquela Instituição e, na Universidade de Coimbra, participou dos eventos que marcam o início do ano acadêmico. O dirigente também visitou a Universidade Nova de Lisboa.

“Durante esta semana [de 21 a 25 de setembro], visitamos algumas Instituições, onde detectamos não só as atividades acadêmicas tradicionais, mas uma intensa interação com a sociedade, com o desenvolvimento de empresas e transferência de conhecimento, aspectos que interessam muito à nossa Universidade”, afirmou Zago.

Segundo o presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional, Raul Machado Neto, “as recentes visitas e assinaturas de compromissos com universidades portuguesas significam um importante fortalecimento da USP com as instituições acadêmicas deste país, condição que também permite completar o relacionamento com um conjunto significativo de instituições ibero-americanas.  Como desdobramento adicional da nossa parceria, poderemos desfrutar da histórica relação destas universidades com o ambiente acadêmico africano”.

(Fotos: Divulgação)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados