Conferência na Itália discute valores e princípios universitários

Os desafios das universidades latino-americanas foi o tema da palestra proferida pelo reitor Marco Antonio Zago na conferência “Valores além 2015: o desafio global para universidades e seus alunos”, na Università di Bologna, nos dias 17 e 18 de setembro.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Zago - 01
O reitor Marco Antonio Zago esteve em Bolonha, na Itália, onde falou sobre os desafios das universidades

Os desafios das universidades latino-americanas foi o tema da palestra proferida pelo reitor Marco Antonio Zago na conferência “Valores além de 2015: o desafio global para universidades e seus alunos”, promovida pela Università di Bologna, nos dias 17 e 18 de setembro.

O evento teve como objetivo enfocar o significado e os desafios do mundo atual para as universidades, avaliar o impacto nos estudantes e o que as universidades podem fazer para preservar seus valores fundamentais. Dirigentes de universidades da Inglaterra, Holanda, China, Canadá, Suécia, Gana, entre outros países, participaram da conferência.

“Os três maiores desafios que as universidades latino-americanas enfrentam hoje são assegurar que todas as pessoas tenham a oportunidade de participar do ensino superior, a despeito de sua condição socioeconômica e origem ética; melhorar a qualidade do ensino, levando-se em consideração as necessidades da sociedade local e das mudanças globais; e promover pesquisas que tenham valor para a humanidade, mas também sejam pertinentes ao meio ambiente local e regional”, destacou o reitor em sua apresentação (clique aqui e acesse a íntegra da apresentação).

A Università di Bologna é considerada a universidade mais antiga do mundo ocidental, fundada em 1088. Em setembro de 1988, quando comemorou 900 anos de fundação, 388 reitores assinaram a Magna Charta Universitatum, que se tornou referência para os valores e princípios fundamentais das instituições.

Todo ano, o Observatório Magna Charta Universitatum organiza uma conferência internacional para elencar desafios atuais em confirmação aos valores fundamentais e celebrar, em uma cerimônia, a adição da subscrição de novos reitores. Atualmente, 802 líderes universitários de 85 países subscrevem o documento.

Zago e Didac Ramirez U Barcelona
Em Barcelona, Zago foi recebido pelo reitor Dídac Ramírez i Sarrió

Barcelona

No dia 21 de setembro, o dirigente da USP visitou a Universitat de Barcelona, onde foi recebido pelo reitor Dídac Ramírez i Sarrió, e conheceu os campi da Instituição localizados ao norte da cidade e o Parque Tecnológico de Barcelona.

Durante o encontro, foram discutidos os termos de um acordo para a criação de representações mútuas nas duas Instituições.

A Universitat de Barcelona é a principal universidade pública da Catalunha. Possui quase 65 mil alunos, 5 mil professores e 2.300 funcionários técnico-administrativos.

É composta por 18 faculdades nas áreas de Belas Artes, Biblioteconomia e Documentação, Biologia, Direito, Economia, Educação, Farmácia, Filologia, Filosofia, Física, Geografia e História, Geologia, Enfermagem, Matemática, Medicina, Odontologia, Psicologia e Química.

(Fotos: Divulgação)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados