Carlos Magno revigorou a cultura europeia no século 9

“Renascimento Carolíngio” é o tema do mais recente vídeo da série “Estudos Clássicos em Dia”

 09/09/2021 - Publicado há 1 mês
O imperador Carlos Magno – Foto: Wikimedia Commons

 

Assista no link abaixo ao vídeo Renascimento Carolíngio, da série Estudos Clássicos em Dia, com o professor Artur Costrino, da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), em Minas Gerais.

Rei dos francos desde 768 e condecorado imperador romano pelo papa Leão 3º em 25 de dezembro de 800, Carlos Magno implementou o que passou a ser denominado o “renascimento carolíngio”. Desde que assumiu o poder, ele formou em torno de si uma corte composta dos maiores sábios da época – entre eles Alcuíno, que promoveu a educação e a cultura nos domínios do império.

Essa parte tão importante da história da Europa é comentada pelo professor Artur Costrino, da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), no mais recente vídeo da série Estudos Clássicos em Dia, produzida pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, intitulado Renascimento Carolíngio.

Costrino é formado em Letras (português e latim) pela FFLCH, onde se tornou mestre em Letras Clássicas, em 2011, com a dissertação A Lição dos Declamadores: Sêneca, o velho, e as Suasórias. É doutor pela Universidade de York, na Inglaterra, com uma tese sobre Alcuíno.

Assista no link acima ao vídeo Renascimento Carolíngio, da série Estudos Clássicos em Dia.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.