USP ajuda escolas municipais a estimularem a prática da ciência

Projeto que envolve a USP vai levar tecnologia de baixo custo para promover empreendedorismo e inovação

Despertar a curiosidade em estudantes de 10 a 12 anos de idade para a inovação, para a solução de problemas de forma conjunta. Essa é a ideia básica do projeto Empreendedorismo e Inovação na Comunidade, criado pelo Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, o Departamento de Física da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP e a Pró-Reitoria de Graduação.

Foto Marcos Santos/USP Imagens

Um projeto piloto está sendo implantado em duas escolas municipais e, a partir do próximo ano, será ampliado, podendo chegar a todo o Brasil em poucos anos, segundo o professor do Departamento de Física, Adilton Carneiro, presidente do Supera Parque.

Ele explicou que a ideia de estimular os estudantes pré-adolescentes a praticarem ciência em atividades extracurriculares nas escolas surgiu de uma linha de pesquisa que desenvolve e das oportunidades de levar às escolas um projeto que envolve diversos atores.

Os grandes gargalos do projeto são a falta de infraestrutura das escolas e de capacitação dos professores. Carneiro explica que professores estão sendo capacitados para executar uma atividade de baixo custo tecnológico.

Ouça a entrevista no link acima.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.