Um dilema da globalização – e da cidadania

O Brexit fechará as fronteiras do Reino Unido; a marcha das pessoas da América Central bate à portas dos EUA

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A coluna de Pedro Dallari desta semana trata de uma questão espinhosa (um “dilema”) que pode ser exemplificada em duas situações tratadas exaustivamente pela grande imprensa e por redes sociais. Ou seja, quanto mais o mundo vai se integrando, o que significa, dessa forma, que a cidadania vai se espalhando e os direitos dos cidadão idem, igualando as fronteiras entre os países, algumas delas tendem a permanecer e até a endurecer.

O que é um contrassenso, pois quanto mais o mundo se integra, pelos meios de comunicação, de transporte etc., o natural seria que as pessoas pudessem circular com mais liberdade, o que não ocorre. Dallari, assim, trata de dois exemplos que estão regurgitando não só aqui, mas pela imprensa de todo o mundo. Confira no post acima o que Dallari  tem a dizer sobre o Brexit e sobre a marcha de imigrantes, que começou na América Central e agora bate às portas dos EUA – com imagens de deixar indignados os cidadãos de todo o mundo.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Globalização e Cidadania.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados