Integração da União Europeia é tema do “USP Analisa”

Docente aposentado da Unesp comenta principais desafios do bloco para se manter unido

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Criada há 60 anos, a União Europeia ainda encontra inúmeros desafios para se manter unida. Um dos reflexos recentes foi o Brexit, o movimento favorável à saída do Reino Unido do bloco. Para comentar esse tema, o USP Analisa desta semana recebe o professor aposentado da Unesp Juventino de Castro Aguado.

O docente explica que, dos 39 blocos existentes, atualmente, somente a União Europeia conseguiu, de certa forma, colocar em prática uma proposta de supranacionalidade. “Todos os passos que a União Europeia deu desde o final da Segunda Guerra Mundial foram criando uma estrutura político-jurídica concretizada nos tratados e na busca da implementação dessa proposta, criando um direito comunitário inexistente em qualquer outra proposta de integração”, diz ele.

Porém, o principal ponto de discordância entre os países que compõem o bloco está relacionado ao compartilhamento da soberania. Para Aguado, o fato de nem todos terem aderido ao euro, a moeda comum da União Europeia, é um reflexo disso. “O euro não é visto como um projeto econômico financeiro monetário, mas como um projeto político no sentido de uma integração mais fácil entre os países que formam o bloco.  Alguns recusam o euro porque entendem que a escolha e a emissão da moeda são elementos fortes de autonomia e de soberania do Estado”, afirma o docente.

O programa vai ao ar na Rádio USP Ribeirão Preto nesta sexta (6), a partir das 12h, e na Rádio USP São Paulo, em dois horários: na quarta (11), a partir das 21h, e no domingo (15), a partir das 11h30. O USP Analisa é uma produção conjunta da Rádio USP Ribeirão Preto (107,9 MHz) e do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) da USP.

Por: Thais Cardoso, Assessoria de Imprensa do IEA-RP

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados