Tensões entre Arábia Saudita e Irã estremecem Oriente Médio

Declarações de príncipe saudita, intervenções americanas e influência iraniana na região são principais causadores do atrito

 11/12/2017 - Publicado há 4 anos
O líder Ali Khamenei num encontro com os participantes da Conferência Internacional da Unidade Islâmica – Foto: Divulgação / The Office of the Supreme Leader

Nas últimas semanas, o endurecimento da rivalidade entre Arábia Saudita e Irã vem aumentando a tensão no Oriente Médio. Após uma série de tentativas de barrar interesses iranianos na região — que vem expandindo seu poder e influência em países vizinhos —, o príncipe saudita Mohammad bin Salman chamou o líder supremo do Irã, Ali Khamenei, de “novo Hitler”.

Repercutindo a declaração, Arlene Clemesha, professora de História Árabe do Departamento de Letras Orientais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, comentou sobre o apoio norte-americano aos sauditas, pontuando que, para analisar as tensões regionais, é necessário entender essa relação — principalmente após a chegada de Donald Trump.

Arlene também relembrou posturas agressivas do príncipe árabe e suas manobras de manipulação (confira mais sobre o assunto na coluna de Marília Fiorillo – A longa noite das adagas).

Ouça o áudio da entrevista acima.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.