Professor explica relações entre estudos clássicos e teoria social

Pedro Paulo Funari fala sobre o tema em vídeo da série “Estudos Clássicos em Dia”, produzida pela USP

 09/06/2021 - Publicado há 5 meses
Por
Arte: Jornal da USP

 

Estudos Clássicos e Teoria Social é o título do vídeo da série Estudos Clássicos em Dia, produzida pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, lançado no dia 21 de maio passado.

Nele, o professor Pedro Paulo Abreu Funari, do Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), lembra que os estudos clássicos são associados a estudos greco-romanos e a teoria social é o conjunto de teorias  produzidas por diferentes disciplinas, principalmente a antropologia e a sociologia, para explicar o funcionamento e a transformação das sociedades no passado e no presente.

A teoria social tenta explicar a formulação de modelos de como as sociedades funcionam, destacou o professor. Um exemplo disso no campo da filosofia é a obra do francês Michel Foucault, que apresenta modelos interpretativos sobre o mundo antigo expondo teorias sobre a sexualidade. 

Outro aspecto do tema abordado por Funari são os chamados “estudos subalternos”, que se referem aos estudos pós-coloniais modernos, com teorias sobre identidades entre culturas diversas. Essas teorias foram formuladas no mundo contemporâneo, mas são aplicadas no mundo antigo. Por exemplo, mostram como os gregos se relacionavam entre si e com outros povos. 

Estudos Clássicos em Dia é uma série de vídeos em que professores da FFLCH e de outras instituições falam sobre temas de sua especialidade. Outros vídeos já disponibilizados abordam os cantos de Homero, avanços na pesquisa arqueológica, civilização fenícia e o romance grego antigo, entre outros temas. Eles podem ser acessados no site da FFLCH.

Assista neste link ao vídeo Estudos Clássicos e Teoria Social, com o professor Pedro Paulo Abreu Funari. Clique aqui.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.