Missão da USP é colaborar para o desenvolvimento da sociedade

A afirmação é do reitor Vahan Agopyan, ao ressaltar que ela não se limita somente a formar excelentes profissionais e a desenvolver pesquisa

jorusp

“Nós vamos contar para você uma história, uma importante história que teve início em 1934. No Estado de São Paulo, não havia uma universidade, existiam escolas superiores independentes, sendo a mais antiga a Faculdade de Direito, criada em 1827. Desde o final do século 19, o Brasil tentou algumas vezes implantar uma universidade, mas sem sucesso. Como se deu a criação da USP? Quais os aspectos históricos e políticos relacionados ao projeto dessa universidade? Vamos contar essa história, o que ela é hoje e o que ela pretende ser no futuro.” Assim a jornalista Roxane Ré introduz sua entrevista com o professor Vahan Agopyan, reitor da USP –  neste 25 de janeiro, a exemplo da cidade em que está sediada, a Universidade de São Paulo também faz aniversário: 85 anos.

Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Na conversa que se seguiu, e que é possível acompanhar pelo link acima, o reitor da maior universidade da América Latina conta como surgiu a ideia de sua criação, por quais transformações passou e qual deve ser a USP do futuro. O fato é que a USP já nasce com o DNA  de ser uma universidade de pesquisa, sempre sintonizada com o avanço científico e tecnológico.
Na entrevista, Vahan Agopyan aborda temas como inclusão social; internacionalização da universidade (“uma ferramenta para a qualidade”); a importância da autonomia financeira e administrativa, que permite o planejamento e, em consequência, um maior desenvolvimento. O reitor toca ainda no ponto nevrálgico do ensino público e gratuito: “Quem acredita que a educação superior faz bem para a sociedade não cobra”.
Para Vahan Agopyan, “a Universidade de São Paulo tinha e tem a obrigação de atender às necessidades de nosso país”, daí o constante desafio de garantir a qualidade do ensino e da pesquisa por ela oferecidos. Observa ainda que hoje, cada vez mais, as universidades se preocupam com uma formação mais ampla. “A universidade que está se desenhando para as próximas décadas é uma universidade em que a formação é cada vez mais abrangente […] e as pesquisas (desenvolvidas) cada vez mais num ambiente multidisciplinar.”
jorusp

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 65
  •  
  •  
  •  
  •