IPT recomenda gasolina comum para maioria dos carros no país

Pagar mais caro pode não valer a pena se o motor não for preparado para determinada qualidade de combustível

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

São vários os tipos de gasolina oferecidos pelos postos de combustíveis, mas ainda é grande o desconhecimento dos motoristas a respeito de qual é a opção indicada para cada modelo ou motor de carro. Marcelo Aparecido Mendonça, mestre em Engenharia Química pela USP, pesquisador do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) e chefe do Laboratório de Combustíveis e Lubrificantes do Instituto, conta que a gasolina comum é a mais recomendada para a maioria dos carros no Brasil.

Gasolinas com maior poder de detonação, como é o caso da premium, são indicadas para motores mais fortes e não melhoram a performance se consumidas por carros menos potentes, esclarece Adriana Garcia, também mestre em Engenharia Química pela USP e pesquisadora do IPT. Já a gasolina aditivada conta com a presença de detergentes, que auxiliam na limpeza, retirando os resíduos acumulados no motor. Se utilizada esporadicamente, não apresenta resultados significativos.

Os pesquisadores contam, ainda, que o IPT avalia amostras de combustíveis de 410 postos por mês em todo Estado de São Paulo. Ao todo, são mais de 6000 postos testados pelo Instituto. Desses, 98% têm resultados em conformidade com o previsto na lei. Mendonça e Adriana alertam aos consumidores que o mais importante é estar atento às recomendações do fabricante do veículo e desconfiar sempre de preços muito abaixo do mercado.

Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados