É hora de pensar em soluções mais sustentáveis para o agronegócio

A opinião é de Gerd Sparovek, que participa de um dos painéis do seminário “UrbanSus: Sustentabilidade no Agronegócio”, a ser promovido pelo Instituto de Estudos Avançados

 30/04/2021 - Publicado há 6 meses
A agricultura está hoje no centro de praticamente todos os debates ambientais importantes, como regulação climática, biodiversidade, alimentação – Foto: Arquivo/Agência Brasil

Os desafios relacionados à remodelação dos processos agrícolas, voltados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, serão discutidos no seminário UrbanSus: Sustentabilidade no Agronegócio. O evento, promovido pelo Instituto de Estudos Avançados (IEA), vai acontecer na próxima terça (4) e conta com um painel sobre ética, tecnologia e sustentabilidade no agronegócio, integrando a cidade ao campo.

A agricultura está hoje no centro de praticamente todos os debates ambientais importantes, como regulação climática, biodiversidade, alimentação. No Brasil, por exemplo, 80% da produção das áreas agrícolas no Brasil são destinadas a conversores animais — ou seja, não voltadas para consumo humano diretamente. 

Em entrevista ao Jornal da USP no Ar 1ª Edição, o professor Gerd Sparovek, do Departamento de Ciências do Solo da Esalq, integrante do painel, conta que isso seria resultado de uma tecnologia que amplia cada vez mais a capacidade produtiva. “Hoje temos cadeias de produção muito pouco eficientes, porque a quantidade de produção é muito grande. Mas a gente pagou um preço muito caro, do ponto de vista ambiental.”

Sparovek destaca como essa tecnologia agrícola, impulsionada pela chamada “Revolução Verde”, é ainda muito recente na história milenar da agricultura. “Já está mais do que na hora de a gente revisitar”, conta. Segundo ele, um dos principais problemas nesse jogo é a perda de espaço da sociedade.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica, a Faculdade de Medicina e o Instituto de Estudos Avançados. No ar, pela Rede USP de Rádio, de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 10h45, 14h, 15h e às 16h45. Em Ribeirão Preto, a edição regional vai ao ar das 12 às 12h30, com apresentação de Mel Vieira e Ferraz Junior. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.