Crise dos combustíveis reflete crise de legitimidade do governo

Segundo Gilson Schwartz, depois de tudo, resta saber quem vai pagar a conta

Promover um preço justo da gasolina é algo tão ilusório quanto qualquer obra de ficção. Segundo o professor Gilson Schwartz, a solução não passa por um cálculo objetivo, mas pela construção de um consenso de ganhos e perdas e esse entendimento só pode ser conquistado com confiança. O problema é que hoje existe uma crise de legitimidade em relação ao governo. Resta saber, ao fim de todo esse conflito e quebra de braço, quem é que vai pagar a conta.

Textos relacionados