Acompanhamento de especialistas é crucial na interpretação de testes genéticos

Para a professora Mayana Zatz, é importante esclarecer e diferenciar os tipos de testes disponíveis para o público

  • 67
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta edição de Decodificando o DNA, Mayana Zatz discute a importância dos testes genéticos, análises feitas em laboratório que mapeiam o DNA, transmitindo as instruções capazes de indicar maior risco de doenças ou ajudar a escolher um tratamento. Para a professora, é essencial esclarecer e diferenciar os tipos de testes disponíveis para o público e, acima de tudo, ter a ajuda de um geneticista para interpretá-los.

“Ainda há muita informação errada sobre esse assunto”, pontua a professora, ao enumerar exemplos de situações em que os testes genéticos são altamente recomendados e qual é a diferença entre os que determinam diagnósticos e aqueles chamados de “recreativos”, que esmiúçam particularidades sobre nossos sentidos e hereditariedade.

Ouça a professora do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências (IB) da USP clicando no áudio acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 67
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados