A Revolta da Chibata e sua importância na história do Brasil

A Revolta da Chibata foi um movimento social importante, pois expôs a gênese violenta da República brasileira, que já naquele momento demonstrava ignorar as questões sociais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

logo_radiousp790px

 

Marinheiros revoltosos (1910). João Cândido seria o marinheiro alto no centro, ao lado do repórter de terno - Foto: Brazilian Navy via Wikimedia Commons
Marinheiros revoltosos (1910). João Cândido seria o marinheiro alto no centro, ao lado do repórter de terno – Foto: Brazilian Navy via Wikimedia Commons

A Revolta da Chibata foi um movimento social de grande importância para a história do Brasil, porque empodera aqueles que são considerados desvalidos e coisificados pelo sistema vigente. O movimento, na primeira década do século 20, põe em ação militares da Marinha nacional, negros em sua maioria, que se revoltam contra os tratamentos abusivos recebidos dos oficiais, que não raro recorriam à chibata como forma de punição, daí o nome pelo qual ficou conhecido na história. O movimento teve como um de seus líderes João Cândido Felisberto, um filho de ex-escravos.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados