Vista Café é inaugurado no mezanino do Museu de Arte Contemporânea

O café é o primeiro dos projetos que constituirão o complexo gastronômico do MAC, que terá também bar e restaurante

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Na tarde de terça-feira, dia 18 de julho, dirigentes da Universidade, representantes de museus e frequentadores do Museu de Arte Contemporânea (MAC) participaram da inauguração do Vista Café, o primeiro dos projetos que constituirão o complexo gastronômico do Museu.

[Da esq. p/ dir.] O empresário Leo Sanchez; o vice-reitor Vahan Agopyan; o diretor do MAC, Carlos Roberto Ferreira Brandão; e o reitor Marco Antonio Zago – Foto: Marcos Santos/USP Imagens
“O MAC é um grande patrimônio da USP. Desde o início da gestão, nós estamos empenhados em dar mais vida aos museus, aprimorar seus espaços e permitir que eles desempenhem a missão de ser uma ponte entre a Universidade e a sociedade. Ninguém desempenha esse papel de relações públicas da Universidade melhor que os museus. Tenho certeza que, cada vez mais conhecer o acervo do MAC será parada obrigatória no roteiro das pessoas que visitam a cidade de São Paulo”, disse o reitor Marco Antonio Zago.

Localizado no mezanino do MAC, o Vista Café tem capacidade para 70 pessoas, ocupando uma área de 200 m2, sendo uma parte interna e outra no terraço. O novo café oferece opções de pratos para almoço e café, criadas pelo chef paranaense Marcelo Correa Bastos.

Como revela o empresário argentino Leo Sanchez, “desde o começo, trabalhamos para criar um espaço diferente. Não dava para, simplesmente, montar uma cafeteria para servir pão de queijo. Nosso cardápio tem muita brasilidade e é inspirado na arte do Museu, na arquitetura de Oscar Niemayer, na natureza do Parque Ibirapuera e nessa que é uma das melhores vistas de São Paulo. Esse é o primeiro passo para a nossa grande empreitada, o restaurante do oitavo andar, que deve ser inaugurado ainda neste ano”.

Ao todo, o complexo gastronômico do MAC ocupará uma área de 2.200 m2, sendo 800 m2 de área coberta e 1.400 m2 a céu aberto, com vista para o Parque do Ibirapuera. Além do café do mezanino, haverá no terraço do prédio um bar, um restaurante com 120 lugares e espaço para eventos.

“Esse é um momento muito especial para o MAC, é o primeiro passo de um projeto para tornar esse museu ainda mais atraente e mostrar para a cidade de São Paulo e seus turistas a coleção extraordinária que esse museu reuniu nos últimos setenta anos. O café e o restaurante do terraço se somarão a uma de nossas principais atrações, que é a vista”, afirmou o diretor do MAC, Carlos Roberto Ferreira Brandão.

O diretor revelou que, além do restaurante, outras inaugurações devem acontecer até o final do ano, como uma loja da Edusp especializada em livros de arte e arquitetura; a Biblioteca Lourival Gomes Machado, que incorporará a coleção Walter Zanini e será uma das maiores bibliotecas especializadas em arte contemporânea do Brasil; e a Loja do MAC, que oferecerá aos visitantes do Museu uma lembrança da visita.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados