Podcast mostra como a pesquisa científica tem impacto na vida real

“QSPodcast” é produzido por pós-graduandos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da USP e busca dar voz às futuras lideranças científicas do País

 27/10/2021 - Publicado há 1 mês
Por
Podcast quer apresentar trabalho de novos cientistas – Arte sobre foto/123RF e Freepik

.
Pensando em mostrar como é a ciência fora dos laboratórios, um grupo de pós-graduandos do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da
Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP criou o QSPodcast, produção em áudio disponível nas principais plataformas. É possível ouvir uma apresentação sobre a iniciativa neste link.

Segundo o idealizador do projeto, Flávio Emery, coordenador do programa, e apresentador do podcast, o objetivo é “mostrar como a ciência produzida na universidade tem impacto direto na vida do cidadão comum”.  Sobre a escolha do nome, ele conta que na área das ciências farmacêuticas, QSP significa “Quantidade Suficiente Para, indo ao encontro do podcast, que promoverá informações e conhecimento em quantidades suficientes sobre como a pesquisa científica brasileira acontece no mundo real.

Flávio Emery, professor da FCFRP e idealizador do podcast – Foto: Reprodução/Twitter

“Preciso confessar que estou muito empolgado com esse projeto. O intuito é dar voz às futuras lideranças científicas do País, mostrando a relevância de seus trabalhos. E tem muito trabalho bom pra se tornar um episódio desse podcast”, destaca Emery no primeiro episódio do QSPodcast, publicado nesta semana.

A produção em áudio aborda a assistência farmacêutica em unidades prisionais, tema de trabalho do pós-graduando Vinícius Detoni, sob orientação do professor Leonardo Pereira. Apresenta experiências da médica Alexandra Sanchez, pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, de Antônio Pazin Filho, médico e professor do Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP, de esposas, mães e irmãs de detentos para mostrar o impacto do trabalho de doutorado.

No episódio, Emery apresenta trechos do filme Carandiru, produção baseada no livro do médico Drauzio Varella e que serve de exemplo para mostrar o tamanho da “ferida aberta” no sistema carcerário quando o assunto é saúde. Em seguida, Detoni apresenta seu projeto de doutorado para avaliar o impacto de uma intervenção relacionada ao cuidado farmacêutico na unidade prisional de Serra Azul II, que tem grandes demandas nessa área. “Me coloco lá como um profissional farmacêutico para atuar juntamente com a equipe de saúde para ajudar na resolução e prevenção de problemas dessas pessoas”, disse.

A expectativa do doutorado foi mostrar que o cuidado farmacêutico impacta a qualidade do atendimento a esse público. O trabalho avaliou desfechos clínicos, como por exemplo a intervenção em pacientes com diabete, avaliando se houve adesão ao tratamento.

No final, Emery lembra dos cortes realizados no orçamento para pesquisa no País. “Esse podcast é também uma forma de mostrar a importância da nossa existência e também expor a nossa resistência como cientistas”, disse.

Clique no player para conferir o primeiro episódio:

.
Além de Detoni, participam da produção e roteirização do projeto Eduarda Moreira, Lincoln Marques e Sarah Campanharo, alunos de pós-graduação da FCFRP. A direção e edição dos episódios são por conta da jornalista Daniela Antunes, da empresa Texto & Cia Comunicação.

Acompanhe o QSPodcast em Spotify, Google Podcasts, Apple Podcasts e Deezer e também pelo Instagram em www.instagram.com/qsp.podcast

Mais informações no e-mail qspodcast@usp.br.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.