Estudo busca mães adolescentes para aplicar programa de parentalidade positiva

Mães participarão de encontros on-line com psicólogo para abordar temas sobre educação dos filhos e formas de lidar com comportamentos difíceis

Por
As adolescentes interessadas devem ser mães com idade entre 15 e 18 anos, com filho ou filha com idade entre 6 meses e 6 anos – Foto: André Borges/Agência Brasília

.

Pesquisadoras da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP buscam voluntárias para estudo que examinará efetividade do programa sobre parentalidade positiva (Programa ACT – Para educar crianças em ambientes seguros) exclusivamente para grupo de mães adolescentes. O ACT é um programa que tem evidências de eficácia e efetividade com diferentes grupos de mães.

Para participar, as adolescentes interessadas devem ser mães com idade entre 15 e 18 anos, com filho ou filha com idade entre 6 meses e 6 anos e preencher um questionário sobre parentalidade e comportamento do filho ou filha neste link.

As mães adolescentes participarão de nove sessões on-line e semanais com duração de uma hora do Programa ACT com psicólogo. Os encontros abordarão temas como compreender o comportamento dos filhos, novas formas de educar sem gritar ou bater e como lidar com comportamentos difíceis.

O estudo Efetividade de um Programa de Parentalidade com Mães Adolescentes é realizado pela psicóloga Luiza Machado dos Santos, do Programa de Saúde Mental, com orientação da professora Maria Beatriz Martins Linhares e co-orientação da professora Elisa Rachel Pisani Altafim, todas da FMRP.

Mais informações: luizammds@gmail.com

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.