Aluno de colégio técnico da USP leva prata em olimpíada de ciências

Estudante pode representar o Brasil em uma das mais importantes competições de ciência no mundo

Por - Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=189839
  • 1K
  •  
  •  
  •  
  •  
Marcelo Yamanaka, aluno do Cotel – Foto: Simone Colombo / EEL 

.
Marcelo Yuji de Moura Yamanaka, do 1º ano do Colégio Técnico de Lorena (Cotel) conquistou a medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Ciências. O aluno concorreu com cerca de 20 mil estudantes de todo País. No Estado de São Paulo, 5 mil jovens de até 15 anos participaram das provas. Destes, somente 30 foram classificados para segunda fase da competição.

O Cotel é mantido pela Escola de Engenharia de Lorena (EEL) da USP e oferece ensino médio e técnico em química. No ano passado, o colégio recebeu o certificado de qualidade de ensino do Conselho Regional de Química – 4ª região, concedido às melhores escolas técnicas de química do Estado de São Paulo. O Conselho avalia desde a infraestrutura até o projeto pedagógico, considerando também o corpo docente e discente de cada escola.

Com a classificação, Marcelo Yamanaka concorrerá a uma vaga para representar o Brasil na Olimpíada Internacional Júnior de Ciências (IJSO, na sigla em inglês). O torneio reúne estudantes de até 15 anos que, em um período de dez dias, têm seus conhecimentos avaliados simultaneamente em física, química e biologia. A edição deste ano acontecerá em dezembro em Gaborone, na República de Botswana, e deve trazer representantes de mais de 50 países.

Com informações da Assessoria de Imprensa da EEL

 

  • 1K
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados