Um ano que deixa muitas metas para 2022

O professor Alberto do Amaral espera “que possamos aprender com o ano de 2021 para que erros não se repitam e que as grandes mudanças comecem pelos nossos atos no dia a dia, com ações individuais

 07/12/2021 - Publicado há 10 meses
Por

O balanço de 2021 tem pontos positivos e negativos. A invasão do Capitólio, a posse de Joe Biden e a promessa do multilateralismo. O Conselho de Segurança da ONU permaneceu incapaz de enfrentar as grandes ameaças e resolver conflitos, principalmente militares e de ordem religiosa e étnica, entre outros. As questões comerciais ficaram inertes frente à paralisia da OMC (Organização Mundial do Comércio), não houve avanço sobre a reforma do órgão. Estados Unidos e União Europeia não conseguiram levar adiante um entendimento com a China.

A expectativa para 2022 é que as metas que não foram executadas sejam cumpridas, para que “possamos caminhar em busca de objetivos que estão ao nosso lado, no nosso dia a dia, mudando a realidade à nossa volta com a nossa ação individual”, conclui.


Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda terça-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.