Problemas oculares podem atrasar o aprendizado na infância

Dificuldades visuais e problemas como miopia, astigmatismo e hipermetropia prejudicam o desenvolvimento da leitura

Nesta edição da coluna Fique de Olho, o professor Eduardo Rocha fala sobre dificuldade de leitura na infância.

Normalmente, as crianças aprendem a ler na faixa dos sete anos de idade e, entre oito e nove anos, já conseguem ter uma leitura corrente. Porém, descompassos na leitura, monotonia e a leitura lenta podem indicar um déficit nesse aprendizado.

O professor afirma que, muitas vezes, uma das possíveis razões para essa deficiência são os problemas oculares, como a dificuldade visual e a falta de nitidez para visualizar as imagens, o que torna difícil a compreensão da leitura. O exame ocular é recomendado por volta dos dois anos de vida para detectar problemas na visão.  

Além disso, a falta de gosto pela leitura e a dislexia também podem ser causas do déficit. Rocha alerta que a capacidade de aprendizado é maior na infância, o que torna este período o melhor momento para identificar, prevenir e tratar o atraso na leitura.

Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.


Fique de Olho
A coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha, vai ao ar toda quarta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.