Os livros que se leem com uma só mão

Marisa Midori fala sobre o estudo homônimo de Jean-Marie Goulemot, além das posturas dos leitores

A professora Marisa Midori, nesta edição, fala sobre os livros que se leem com uma só mão. Segundo ela, em A Arte de Ler, Émile Faguet faz o que a crítica chama de uma leitura prescritiva, apresentando um certo cânone de leitura e alguns autores que fogem desse cânone ao mesmo tempo em que dá dicas de leituras. “Mas o Faguet não está preocupado em como as pessoas lêem, ou seja, nessa relação entre o corpo e o livro”, afirma.

Para a professora, é verdade que as posições de leituras podem ser tantas quanto os leitores forem capazes de as descobrir. “E como estamos falando dessa relação entre o livro, a leitura, o corpo e a alma, não poderíamos deixar de tocar nesse assunto e tentar entender as posturas dos leitores ou, pelo menos, como os leitores são representados”, explica. Ela indica a leitura de Livro, Isto: Cartuns, de Chico França, que traz uma série de imagens de leitores.

Mas o que significa livros que se leem com uma só mão? Este é o título do estudo de Jean-Marie Goulemot, que se explica no próprio subtítulo do volume: Leitura e leitores de livros pornográficos no século 18. “É um livro muito sério, apesar do título bem-humorado, que traz um estudo alentado sobre as questões relacionadas à literatura pornográfica do Século das Luzes, mas envereda antes pelo objeto livro”, comenta Marisa. E a professora termina com um conselho de um leitor do século 18: é preciso desconfiar dos livros de formato pequeno: ou contêm textos políticos (subversivos) ou filosóficos (pornografia).

Ouça no link acima a íntegra da coluna Bibliomania.


Bibliomania
A coluna Bibliomania, com a professora Marisa Midori, vai ao ar toda sexta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.