Novo governo tem três grandes desafios pela frente

José Álvaro Moisés analisa cada um deles e observa que de sua resolução depende a manutenção da qualidade da democracia no País

 30/11/2022 - Publicado há 2 meses

Na visão do cientista político e professor José Álvaro Moisés, o novo governo enfrenta pelo menos três grandes desafios, cuja solução afeta não só o apoio dos cidadãos ao presidente eleito e sua equipe como também a própria continuidade do apoio da sociedade ao regime democrático no País. São eles a ampliação e consolidação das políticas de transferência de renda, cujas  condições deverão estar asseguradas no orçamento de 2023, embutidas na chamada PEC da Transição; a pacificação do País, dadas as manifestações ainda existentes em torno da insatisfação dos bolsonaristas com o resultado das eleições; e, por último, as orientações a serem adotadas por Luz Inácio Lula da Silva na área da segurança e das relações com as Forças Armadas.

“No caso da PEC da Transição, embora ainda não exista um projeto concreto a respeito, os negociadores do governo estão enfrentando resistências dos setores parlamentares aliados a Jair Bolsonaro, sob o argumento de que a alternativa para assegurar os recursos necessários para a política de transferência de renda não deveriam ir além de 2023”. O governo, por sua vez, insiste na decisão de aplicar essa política nos quatro anos de mandato, o que é visto como um comprometimento ao teto de gastos e levanta indagações em relação à responsabilidade fiscal do novo governo. As reações do mercado já se fizeram sentir na pressão existente para que o presidente eleito indique, o quanto antes, o nome de quem vai ocupar o Ministério da Economia.

Na sequência de sua análise, Álvaro Moisés aborda os outros dois desafios apontados por ele: a pacificação do País e as relações do novo governo com as Forças Armadas.


Qualidade da Democracia
A coluna A Qualidade da Democracia, com o professor José Álvaro Moisés, vai ao ar toda terça-feria às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.