Excesso de tarefas com visão de perto pode facilitar surgimento de miopia

O colunista recomenda o uso, principalmente para crianças, de colírio e óculos para diminuir o incômodo causado pelo distúrbio visual, além de lentes de contato e cirurgias

Nesta edição da coluna Fique de Olho, o professor Eduardo Rocha fala sobre a miopia e a sua relação com as teorias da seleção natural e da evolução.

Para Rocha, é curiosa a grande quantidade de pessoas míopes nos dias de hoje. Assim, o professor atribui a situação ao fato de o ser humano realizar cada vez mais atividades e iniciar precoce e intensamente tarefas que exigem a visão de perto, quando então a miopia surge como um “facilitador” e um “estímulo”. 

O professor também informa que as lentes de contato e cirurgias são tratamentos para o distúrbio visual surgidos em anos mais recentes. Para crianças, o especialista cita o uso de colírios e óculos para diminuir o incômodo causado pela miopia. “Em grupos mais intensamente e longamente tratados, é possível reduzir numericamente, ou em média, a intensidade da miopia”, explica. No entanto, o alcance das medidas preventivas é modesto, reduzindo, em média, meio grau do distúrbio.  

Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.   


Fique de Olho
A coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha, vai ao ar toda quarta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.