Olhos apresentam particularidades entre enxergar e ver

Registro biológico, ato cognitivo, interesse, atingir alvo e movimentação ocular são ações dos olhos

Nesta edição da coluna Fique de Olho, o professor Eduardo Rocha aborda as diferenças entre enxergar, ver, focar, mirar e olhar. O primeiro é um registro biológico. Já o segundo é um ato cognitivo, cerebral, relacionado à visão mais profunda, onde há um processo de interpretação em que, ao ver determinado objeto, o indivíduo também pode relacioná-lo a suas memórias, explica o professor.

Rocha também explica que o ato de os olhos focarem em algo está relacionado ao interesse, bem como mirar está associado a atingir um alvo, e o ato de olhar é uma movimentação ocular junto à composição de uma imagem. Assim, os olhos são parte importante para o registro de imagens. 

Embora a maioria das pessoas vá ao oftalmologista queixando-se de dificuldade para enxergar, há casos em que as causas dessa dificuldade, segundo Rocha, vêm de problemas cognitivos, como sequelas de traumas e derrames no sistema nervoso que causam problemas para interpretar imagens e objetos.

Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.


Fique de Olho
A coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha, vai ao ar toda quarta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.