Momento Sociedade #53: Candidatos com propostas genéricas causam desinteresse dos eleitores nas eleições

Para José Luiz Portella, a pandemia tem afetado a motivação da população em participar das eleições deste ano, mas, junto a isso, muitos candidatos não apresentaram propostas que entusiasmem a população, não utilizam as redes sociais para criar uma base sólida e não apresentam soluções para a crise sanitária que marcou 2020

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=358028

Momento Sociedade #53: Candidatos com propostas genéricas causam desinteresse dos eleitores nas eleições
Momento Sociedade - USP

 
 
00:00 / 8:40
 
1X
 

No episódio desta semana do Momento Sociedade, José Luiz Portella, doutor em História Econômica pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), fala sobre as eleições municipais deste ano. Ele cita pesquisa recente realizada pelo Datafolha, que revela o desinteresse dos eleitores em participar das eleições, seja por conta da pandemia ou pelo embate instaurado na política nos últimos anos.

Segundo o colunista, 29% dos entrevistados pelo Datafolha não sabiam ou erraram o nome do prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, o que pode revelar o desinteresse ou a desmotivação de parte da população quanto às eleições. “Há desinteresse e desmotivação. Não só o processo político, com esse embate feroz, está levando as pessoas que não gostam de se envolver a se posicionarem como neutros ou fora da discussão, tem outra questão, que é não estar despertando o interesse dos eleitores.”

Para Portella, a pandemia teve forte influência nos resultados obtidos pela pesquisa, mas o desinteresse pelas eleições já era observado desde 2018, devido à forte polarização, mas, desta vez, o agravante é o fato de a decisão dos eleitores impactarem suas vidas diretamente, já que o município é onde ele vive: “É claro que a pandemia influenciou. Até hoje é uma preocupação não só do ponto de vista de saúde, de geração de renda e emprego. Só que o agravante é o seguinte: nós estamos falando da cidade onde a pessoa vive, é o lugar onde nós estamos. O homem não vive na União nem no Estado, o ser humano vive no município”.

Portella acredita que os candidatos precisam sugerir projetos estruturantes capazes de motivar e entusiasmar as pessoas, como a citado no episódio #51 do Momento Sociedade. Ele observa os candidatos permanecerem em propostas genéricas, que inclusive não abordam questões sanitárias num ano marcado por uma crise na saúde, além de não usarem as redes sociais para a criação de uma base firme de eleitores dispostos a escutar e apoiar. “Não temos nos candidatos, apesar de toda essa questão da pandemia,  uma proposta forte na área da saúde. As pessoas estão falando das mesmas coisas genéricas, coisas que às vezes não têm sustentação no orçamento.”

Para saber mais, ouça este episódio na íntegra pelo player acima.


Momento Sociedade
O Momento Sociedade vai ao ar na Rádio USP todas as segundas-feiras, às 8h30 – São Paulo 93,7 MHz e Ribeirão Preto 107,9 MHz e também nos principais agregadores de podcast

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.