Momento Cidade #10: Como seria São Paulo com uma frota de veículos elétricos?

Para especialistas da Escola Politécnica da USP, a popularização dos veículos elétricos pode ajudar a cidade a diminuir a queima de combustíveis fósseis e melhorar nossa relação com o trânsito

Por - Editorias: - URL Curta: jornal.usp.br/?p=272682

Momento Cidade #10: Como seria São Paulo com uma frota de veículos elétricos?
Momento Cidade - USP

 
 
00:00 / 9:15
 
1X
 

Em 2018, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) revelou que a cidade de São Paulo tem cerca de sete veículos motorizados para cada dez  habitantes. A maioria deles utiliza motor de combustão, que funciona principalmente com gasolina e outros derivados de combustíveis fósseis.

No Brasil, de acordo com a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), existem atualmente em circulação 11 mil veículos elétricos e híbridos, que funcionam combinando bateria elétrica e motor a combustão. Considerados o futuro do transporte individual, os veículos elétricos se tornaram famosos por serem mais silenciosos e menos poluentes.

Por isso, o Momento Cidade desta semana buscou a opinião de especialistas para responder: Como seria São Paulo com uma frota de veículos elétricos?

Em entrevista, o professor Marcelo Alves, do Departamento de Engenharia Mecânica da Escola Politécnica (Poli) da USP, confirma as vantagens do carro elétrico: “O motor elétrico é naturalmente mais silencioso e menos poluente e isso é uma coisa mais local aqui do Brasil porque a gente tem boa parte da nossa energia elétrica sem origem fóssil”.

No entanto, para o especialista, ainda não estamos próximos de trocar nossa frota atual por uma frota elétrica. “Apesar do desenvolvimento dos últimos dez anos, a gente ainda não tem baterias produzidas em larga escala, esse é um ponto muito importante, capazes de dotar esses veículos elétricos da mesma capacidade de autonomia que um veículo a combustão interna.”

Para a doutoranda Lidyane Barros, pesquisadora da Poli e membro do Laboratório de Gestão de Inovação da USP, o compartilhamento de carros elétricos pode ajudar as cidades a popularizarem a inovação. Em 2017, ela defendeu uma dissertação de mestrado com o objetivo de entender como os gestores estavam lidando com as incertezas presentes no projeto de implantação de serviços públicos de compartilhamento de carros elétricos no Brasil.

De acordo com ela, a introdução do carro elétrico nas cidades brasileiras, “vai necessitar, como qualquer outra inovação, do desenvolvimento de outros aspectos, de outras soluções, de outras tecnologias, mas também do desenvolvimento do mercado”.

Ambos acreditam que uma São Paulo com mais veículos elétricos pode ajudar a cidade a diminuir a queima de combustíveis fósseis e melhorar nossa relação com o trânsito.

Ouça o podcast na íntegra no player acima. Siga no Spotify, no Apple Podcasts ou seu aplicativo de podcast favorito.

Ficha técnica

Reportagem: Denis Pacheco
Edição: Rafael Simões, Beatriz Juska e Paulo Calderaro

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.