USP e Humboldt University discutem problemas das megacidades

A conferência integrou a programação do 2º Workshop Kosmos, promovido em parceria com a Humboldt University

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
[Da esquerda para direita] O coordenador do USP Cidades, Miguel Luiz Bucalem; o reitor da Humboldt University, Jan-Hendrik Olbertz; o reitor Marco Antonio Zago; o professor Joaquim Guilhoto e o pesquisador Gerson Damiani, coordenadores do grupo “Desafios da Globalidade”
O reitor Marco Antonio Zago e o reitor da Humboldt University, Jan-Hendrik Olbertz, abriram a conferência “Os Desafios da Globalidade”, realizada no dia 8 de abril, na Sala da Congregação da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA).

A conferência integrou a programação do 2º Workshop Kosmos, promovido pelo grupo “Os Desafios da Globalidade” – composto por pesquisadores da FEA, do Instituto de Relações Internacionais (IRI), da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) e do Instituto de Energia e Ambiente (IEE) –, em parceria com a Humboldt University.

O workshop aconteceu entre os dias 6 e 10 de abril e reuniu pesquisadores, professores e estudantes, com o objetivo de discutir os desafios enfrentados por megacidades como São Paulo e Berlim, e fazer um intercâmbio das experiências bem sucedidas, que melhoram a qualidade de vida desses espaços urbanos, tornando-os mais verdes e habitáveis.

“Esse workshop mostra que diversas iniciativas que começaram de forma independente dentro da universidade, em algum momento, começaram a questionar a relação entre a USP e a cidade, especialmente nas grandes áreas metropolitanas. Espero que, além de produzir resultados acadêmicos, essas iniciativas também contribuam com a Administração Pública para a melhoria da qualidade de vida nas cidades. E a colaboração com Humbolt é um ponto fundamental para isso,” destacou Zago.

O reitor da USP lembrou que, em três anos de colaboração, foram publicados aproximadamente 300 artigos em conjunto pelas duas universidades. A expectativa é que essa parceria se intensifique ainda mais nos próximos anos, com o aumento do intercâmbio de alunos de Graduação e de Pós-Graduação, de docentes e com a implementação de dupla titulação.

O reitor Jan-Hendrik Olbertz ressaltou a qualidade do ensino e da pesquisa da USP e apresentou alguns projetos desenvolvidos pela universidade alemã que podem ser trabalhados em colaboração com a USP. “É uma grande honra para a Humboldt University ser parceira e colaborar com esta que é uma das maiores universidades da América Latina”, afirmou Olbertz.

(Foto: Ernani Coimbra)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados