FAU e Instituto de Biociências empossam novos diretores

Nos próximos dias 25 e 28 de março, as Unidades de Ensino e Pesquisa irão empossar seus novos diretores

  • 164
  •  
  •  
  •  
  •  
Eugênio Fernandes Queiroga e Ana Lucia Duarte Lanna, vice diretor e diretora da FAU – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Nos próximos dias 25 e 28 de março, duas Unidades de Ensino e Pesquisa irão empossar seus novos diretores.

No dia 25 (segunda-feira), tomarão posse a nova diretora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU), Ana Lucia Duarte Lanna, e o novo vice-diretor da unidade, Eugênio Fernandes Queiroga. A cerimônia será realizada às 17h, no Edifício Vilanova Artigas (Rua do Lago, 876, em São Paulo).

Ana Lucia Duarte Lanna possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), doutorado em História Social pela USP e pós-doutorado pela Universidade Paris IV Sorbonne. É professora titular da FAU desde 2004.

Na USP, foi diretora do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) entre 2006 e 2010 e diretora do Centro de Preservação Cultural (CPC), órgão ligado à Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, de 2002 a 2006. Foi presidente do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat) entre 2013 e 2015 e coordenadora do Projeto Temático da Fapesp São Paulo: os estrangeiros e a construção da cidade. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: história das cidades, patrimônio cultural, arquitetura, história urbana e história social.

Eugênio Fernandes Queiroga possui graduação, mestrado, doutorado e livre-docência em Arquitetura e Urbanismo pela USP. É professor associado da FAU desde 2013 e coordena o Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo. Entre 2006 e 2018, foi vice-coordenador do laboratório Quadro do Paisagismo no Brasil (Quapá).

Foi presidente da Comissão de Pesquisa da FAU de 2014 a 2016. Possui experiência nas áreas de Arquitetura e Urbanismo e de Planejamento Urbano, com ênfase em projetos e consultorias sobre espaços livres públicos, atuando principalmente nos seguintes temas: paisagismo, sistemas de espaços livres, urbanismo, urbanização contemporânea, espaços públicos e esfera pública.

A FAU foi fundada em 1948, tendo se originado do antigo Curso de Engenheiro-Arquiteto da Escola Politécnica (Poli). Seu fundador e primeiro diretor foi Luiz Ignácio de Anhaia Mello. Possui 1.293 alunos na graduação, sendo 1.029 no curso de Arquitetura e Urbanismo e 264 no curso de Design. A pós-graduação conta com dois programas nas áreas de Arquitetura e Urbanismo e Design e possui 228 alunos de Doutorado e 193 de Mestrado.

Instituto de Biociências

Os professores Marcos Buckeridge (à esquerda) e Oswaldo Keith Okamato tomam posse no dia 28 de março – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

No dia 28 (quinta-feira), será a vez da posse dos novos dirigentes do Instituto de Biociências (IB), Marcos Silveira Buckeridge e Oswaldo Keith Okamoto, como diretor e vice-diretor da unidade, respectivamente. O evento será realizado às 16h, na Sala do Conselho Universitário, no prédio da Reitoria (Rua da Reitoria, 374, na Cidade Universitária, em São Paulo).

Marcos Buckeridge é professor titular de Fisiologia Vegetal do Departamento de Botânica do IB. É membro fundador do Centro de Biologia de Sistemas e Biologia Sintética (S2B) do Inova USP e membro do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP, onde criou e coordena o programa USP Cidades Globais. Desde 2008, é diretor do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (INCT do Bioetanol).

Em 2010, foi selecionado como um dos autores líderes do quinto Relatório de Avaliação, publicado em 2014, pelo Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC). Em 2017, tornou-se o único cientista brasileiro a participar como autor do relatório especial do IPCC publicado em 2018 sobre os impactos do aquecimento global de 1,5 grau Celsius acima dos níveis pré-industriais. É presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo.

Oswaldo Keith Okamoto é professor associado do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB. É pesquisador do núcleo gestor do Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco da USP, pesquisador e membro do Conselho Executivo do IRIS, iniciativa ligada ao Inova USP. Possui bacharelado em Ciências Biológicas pela Unesp, doutorado em Bioquímica e Biologia Molecular pela USP, pós-doutorado na área de Genômica pela Universidade de Harvard, treinamento em terapia celular pela Universidade do Texas e livre-docência em biologia celular pela USP.

Atua em pesquisa, desenvolvimento e inovação, com enfoque na biologia de células-tronco e câncer. Na USP, dirige o Laboratório de Genômica Translacional (LGT), que utiliza abordagens interdisciplinares com o propósito de aprofundar o conhecimento sobre a fisiopatologia de doenças humanas e investigar novas estratégias terapêuticas.

Com 112 professores, o IB tem 792 alunos de graduação e oferece disciplinas a estudantes de 11 unidades da USP. O instituto possui cinco departamentos – Botânica, Ecologia, Fisiologia, Genética e Biologia Evolutiva e Zoologia, além de uma biblioteca com acervo de livros raros de biologia, únicos no Brasil.

O IB abriga ainda o Centro de Aquisição de Imagens e Microscopia (CAIMi), o Centro de Estudos do Genoma Humano, um herbário, um fitotério e uma reserva florestal dentro do campus da USP em São Paulo. A pós-graduação do IB é constituída por cinco programas próprios (Botânica, Ecologia, Fisiologia, Genética e Biologia Evolutiva e Zoologia) e três programas interunidades. Também oferece um Mestrado Profissional em Aconselhamento Genético.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 164
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados