Abertas as inscrições para solicitar isenção ou redução da taxa do Vestibular

Para solicitar a isenção total da taxa, o requerente deve comprovar renda familiar até R$ 1.405,50 por pessoa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
As solicitações podem ser feitas até o dia 7 de agosto (Foto: Marcos Santos / USP Imagens)

.
Estão abertas, até o dia 7 de agosto, as inscrições para os interessados em solicitar isenção ou redução de 50% na taxa de inscrição do Vestibular Fuvest 2018.

Para solicitar a isenção total da taxa, o  candidato deve comprovar renda familiar de até R$ 1.405,50 por pessoa. Para ter desconto de 50% do valor da taxa, a renda per capita do domicílio deve estar entre R$ 1.406,00 e R$ 2.811,00.

Para ter direito à redução de 50% do valor da taxa de inscrição de que trata a Lei Estadual 12.782, de 20.12.2007, foi definido que o requerente deve ter renda individual de, no máximo, 1.873,99.

O edital com informações sobre os documentos para solicitar a isenção ou redução está disponível no site da Fuvest. O resultado do processo será divulgado pela Fuvest no dia 18 de agosto.

A concessão da isenção ou redução da taxa não significa que o estudante já esteja inscrito no vestibular. De acordo com o calendário deste ano, o período de inscrições para o vestibular Fuvest 2018 vai de 21 de agosto a 11 de setembro. A prova da primeira fase será no dia 26 de novembro e as provas da segunda fase, entre os dias 7 e 9 de janeiro de 2018.

Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail isentos@fuvest.br

Para 2018, serão oferecidos novos cursos de graduação (Foto: Marcos Santos / USP Imagens)

.
Novos cursos

Este ano, a Fuvest oferecerá  8.402 vagas nos cursos de graduação da USP. Em 2018, a USP oferecerá dois novos cursos: Medicina, que será ministrado no campus de Bauru, e o Bacharelado em Biotecnologia, na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), localizada na zona leste de São Paulo.

Também foi ampliado o número de vagas em dois cursos já existentes: o Bacharelado em Sistemas de Informação, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), que passou de 40 para 50 vagas; e o Bacharelado em Biblioteconomia, oferecido pela Escola de Comunicações e Artes (ECA), que passou de 15 para 20 vagas.

A partir do próximo vestibular, o Bacharelado em Música com habilitação em Instrumento de Sopro, oferecido pela ECA, passará a oferecer a ênfase em Clarone, que se soma às outras oito ênfases já oferecidas (Clarinete, Fagote, Flauta, Oboé, Trombone, Trompa, Trompete e Tuba).

(Com informações da Assessoria de Comunicação da Fuvest)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados