“Vira e Mexe” homenageia o compositor Pinto do Acordeon

Autor de grandes sucessos do forró, músico paraibano morreu no dia 21 passado, aos 72 anos de idade

O cantor e compositor Pinto do Acordeon: autor de clássicos do forró – Fotomontagem: Vinicius Vieira/Jornal da USP

Ouça nos links abaixo o programa Vira e Mexe, da Rádio USP (93,7 MHz), transmitido no dia 25 de julho de 2020, que homenageou o cantor, compositor e instrumentista paraibano Pinto do Acordeon (1948-2020).

O cantor, compositor e instrumentista paraibano Pinto do Acordeon morreu no dia 21 passado, aos 72 anos de idade. Em sua homenagem, o programa Vira e Mexe, da Rádio USP (93,7 MHz), reapresentou uma entrevista de Pinto, transmitida em 2015.

“Pinto do Acordeon era grande paraibano, músico excelente, uma pessoa incrível”, disse o apresentador Paulinho Rosa. “Ele era um cara muito amável, com um sorrisão no rosto, cheio de histórias para contar, e compôs vários clássicos do forró.” Na entrevista, Pinto relembra o início da carreira e os seus grandes sucessos.

Entre as composições de Pinto do Acordeon ouvidas no programa estão Neném Mulher, Forró do Chictak, Arte Culinária, Cheirinho Dela e Por Amor ao Forró.

Ouça nos links acima a íntegra do programa.

Vira e Mexe vai ao ar pela Rádio USP sempre aos sábados, às 11 horas, com reapresentação à 0 hora de segunda-feira, inclusive via internet, através do link da emissora no site do Jornal da USP. Às segundas-feiras ele é disponibilizado no site do Jornal da USP. O programa é produzido por Paulinho Rosa (edição) e Dagoberto Alves (sonoplastia). A apresentação é de Paulinho Rosa.

As edições anteriores de Vira e Mexe estão disponíveis neste link.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.