O que são ocitocinas?

As ocitocinas são pequenas moléculas classificadas como neuro-hormônios. Os efeitos hormonais são bem conhecidos: estão presentes no parto e na amamentação. Quando atua como neurotransmissor, a ocitocina ajuda a estabelecer vínculos sociais de afeto, confiança e empatia. Quem fala sobre o assunto neste Ciência USP Responde é Ivana Brito, professora do curso de Obstetrícia da EACH-USP.

 21/12/2017 - Publicado há 4 anos  Atualizado: 23/10/2019 as 9:42
Por

As ocitocinas são pequenas moléculas classificadas como neuro-hormônios. Os efeitos hormonais são bem conhecidos: estão presentes no parto e na amamentação. Quando atua como neurotransmissor, a ocitocina ajuda a estabelecer vínculos sociais de afeto, confiança e empatia. Ciência USP perguntou à fisioterapeuta Ivana Brito, professora do curso de Obstetrícia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP, como funciona a ocitocina. Será que dá para falar em hormônio do amor?

A psicóloga Olívia Mendonça Furtado, do Instituto de Psicologia da USP, também traça um perfil das ocitocinas sob a perspectiva de seus efeitos, como a sensação de recompensa. “A ocitocina age em áreas de vício”, afirma. Olívia contou ao Ciência USP qual o papel das ocitocinas durante o parto e o resultado do uso da ocitocina sintética. De acordo com ela, estudos in vivo mostram que a relação entre mãe e bebê pode ser prejudicada quando há ausência de ocitocina endógena.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.